Por que o céu é azul? Na realidade, não é. Entenda!

Por Que O Céu é Azul
News,

Por que o céu é azul? Na realidade, não é. Entenda!

Por que o céu é azul se o espaço é preto? Por que a cor do céu ao nascer e pôr do sol tende para laranja? Todos os dias nós vemos o céu e sabemos que é azul, às vezes pode ser atravessado por algumas nuvens, mas é sempre azul.

Já o vimos tantas vezes que já não nos perguntamos a razão desta coloração. Mas há uma razão pela qual o céu é azul durante o dia, preto à noite e laranja no pôr do sol. Leia conosco e descubra por que o céu é azul. Vamos lá!

A luz do sol é branca

A Luz Do Sol é Branca
A luz do sol é branca

Por que o céu é azul? O Sol não é amarelo como nos parece, na verdade a luz que ele emite tende a ser branca, que é a cor resultante da união de todas as outras. A luz que parte do Sol é, portanto, composta por ondas de diferentes comprimentos que viajam juntas.

À medida que viajam juntas, vemos uma luz branca que é o resultado da união das diferentes ondas. Embora tenham comprimentos de onda diferentes, o que chega aos nossos olhos é a soma deles.

Se separássemos as diferentes ondas que compõem a luz do sol, notaríamos que cada onda é caracterizada por uma cor diferente. Ondas azuis, por exemplo, têm comprimento de onda menor, mas frequência mais alta do que ondas vermelhas. Essa é a primeira coisa que você precisa saber para encontrar a resposta para sua dúvida sobre por que o céu é azul. Continue lendo conosco e entenda melhor!

Afinal, por que o céu é azul?

Afinal, Por Que O Céu é Azul
Afinal, por que o céu é azul?

Afinal, por que o céu é azul? Partindo do fato de que a luz do sol é branca, agora é necessário entender por que vemos o céu tão azul e não tão preto quanto o espaço. A Terra tem uma atmosfera composta principalmente de nitrogênio e oxigênio. Se não houvesse atmosfera, veríamos o céu negro e o sol branco como no espaço.

Quando os raios do sol se aproximam da atmosfera, eles colidem com partículas de ar e ricocheteiam nelas. Ondas com frequência mais curta, como as azuis e roxas, ricocheteiam várias vezes entre as partículas que compõem a atmosfera. Desta forma, elas se dispersam e preenchem nosso céu, fazendo-o assumir a clássica cor azul.

Por que o sol é amarelo?

Agora que já sabe por que o céu é azul, vamos entender o porquê do sol parecer amarelo. Na verdade, as outras ondas, passando pelo ar, também ricocheteiam entre as partículas, mas, por terem um comprimento de onda maior, conseguem se filtrar melhor. O resultado é que vemos essas ondas combinadas, é por isso que vemos o sol amarelo.

Por que o céu fica laranja no pôr do sol?

Então entendemos por que o céu é azul, mas por que ele assume cores diferentes ao nascer e pôr do sol? Para entender por que o céu fica laranja no pôr do sol, devemos considerar que, quando o Sol está baixo no horizonte, seus raios precisam percorrer uma distância maior para chegar ao solo. Distância mais longa significa camada de atmosfera mais espessa.

Ter mais atmosfera para atravessar também aumenta a probabilidade de que os raios solares sejam refletidos nas partículas de nitrogênio e oxigênio. Assim, tanto as ondas azuis quanto as verdes saltam até se dispersarem na atmosfera, enquanto as ondas avermelhadas saltam um pouco menos e não se dispersam completamente e conseguem permanecer visíveis entre as partículas de ar e nos alcançar.

Por que o céu está escuro à noite?

Por Que O Céu é Escuro A Noite
Por que o céu é escuro a noite?

Então entendemos porque o céu é azul durante o dia e ao nascer e pôr do sol é laranja, agora só temos que entender porque o céu à noite está escuro. Parece fácil entender por que o céu noturno está escuro: não há sol brilhando e enchendo a atmosfera com seus raios. Mas não!

O céu noturno está escuro porque o universo está se expandindo. Há muito tempo se acreditava que o universo é infinito e eterno com as estrelas distribuídas uniformemente. Nesse caso, o espaço não seria escuro e preto, mas branco, cheio de luz das estrelas.

Isso está exatamente no conteúdo do paradoxo de Olbers: “Como é possível que o céu noturno esteja escuro, apesar da infinidade de estrelas no universo?” O primeiro a entender esse aspecto foi o escritor Edgar Allan Poe.

O americano questionou o fato de o universo ser infinito. Ele argumentou que as radiações brilhantes das estrelas mais distantes ainda não chegaram até nós, então não as vemos à noite quando observamos o céu normalmente.

A luz tem uma velocidade limitada e olhar para o céu estrelado significa olhar para o passado como assistir a um jogo atrasado. Quase um século depois dessas declarações, o astrônomo Edwin Hubble explicou a questão de uma forma científica e mais precisa. Hubble provou que o universo está se expandindo e que não é infinito.

Eliminar a suposição de que o universo é infinito e imutável também elimina o paradoxo. Existem estrelas que não vemos porque estão muito distantes e a sua luz ainda não conseguiu chegar até nós.

Além disso, quanto mais rápido essas estrelas se afastam de nosso ponto de vista, mais fraca e avermelhada será a luz que veremos emitida por elas. É por isso que o céu noturno está escuro e o espaço é preto. Entendeu por que o céu é azul? Caso ainda possua dúvidas, comente abaixo que vamos lhe ajudar. Até a próxima!