O que é arte contemporânea? – Confira conceito e 4 artistas!

O Que é Arte Contemporânea
News,

O que é arte contemporânea? – Confira conceito e 4 artistas!

O que é arte contemporânea? Quando nos referimos à arte contemporânea, as primeiras sensações que vêm à mente estão relacionadas ao cotidiano: quadrinhos, cartazes, gráficos e imagens publicitárias. A referência ultrarrápida, aliás, está associada à Pop Art. Mas a arte contemporânea não é apenas Pop Art.

Na verdade, embora não haja referências temporais precisas, ela coleta diferentes movimentos e correntes artísticas com diferentes tendências expressivas. Até à data, os exemplos de arte contemporânea são numerosos, escondidos até entre os modelos mais populares de design.

A arte contemporânea é na verdade videoarte, fotografia, pintura, instalações artísticas, mas também escultura, música e performances originais. A periodização é muito genérica, como já tivemos oportunidade de especificar. Mas geralmente começa ideologicamente a partir de 1789, que é o ano catalisador dos movimentos artísticos: o da Revolução Francesa.

A arte contemporânea, portanto, se iniciaria justamente em concomitância com a Revolução Francesa e se estenderia até os dias atuais. Exemplo perfeito de arte contemporânea em arquitetura são os projetos de Shigeru Ban, um arquiteto japonês contemporâneo. Busca entender de forma mais clara o que é arte contemporânea? Então leia conosco, vamos lá!

O que é arte contemporânea?

Afinal, O Que é Arte Contemporânea
Afinal, o que é arte contemporânea?

Afinal o que é arte contemporânea? Definir arte nunca foi fácil, ainda mais quando se trata de arte contemporânea. O que é arte contemporânea em seu termo direto? O termo arte contemporânea refere-se à arte “mais recente”, ou melhor, a todas as expressões artísticas historicamente próximas à época em que vivemos.

Segundo alguns estudiosos, a arte contemporânea cobre toda a década de 1900, enquanto, de acordo com outros críticos, apenas a arte da década de 1960 até hoje pode ser definida como arte contemporânea.

A confusão sobre a periodização depende da enorme variedade de correntes artísticas que surgiram no século passado a tal ponto que não é possível identificar uma corrente dominante ou uma escola comum. Segundo alguns, o movimento denominado arte pobre também influenciou a arte contemporânea.

O que é arte contemporânea na história?

Arte Contemporânea Através Da História
Arte contemporânea através da história

Como já vimos, definir arte contemporânea não é fácil, portanto, não é uma resposta fixa para a pergunta sobre o que é arte contemporânea. No entanto, podemos afirmar que a definição de “arte contemporânea” remonta ao início dos anos 1900.

Em particular, foi o crítico Roger Fry quem tornou o conceito explícito ao fundar a “Contemporary Art Society” em Londres como uma empresa privada dedicada ao aquisição de obras de arte para colocação em museus.

Posteriormente, na década de 1930, empresas como a “Contemporary Art Society of Adelaide”, na Austrália, e muitas outras foram fundadas. Os movimentos artísticos e ideologias culturais que se desenvolveram durante as duas Guerras Mundiais e até a década de 1960 certamente fortaleceram o conceito de “contemporaneidade”. Justamente por isso, podemos afirmar que a arte contemporânea está sempre e continuamente em movimento e chega até os dias de hoje.

Estilos da arte contemporânea

Já sabemos o que é arte contemporânea, mas e quais são os seus estilos? Como a arte contemporânea está em movimento perpétuo, definir seus estilos não é totalmente correto. Isso ocorre porque ele é caracterizado precisamente por uma falta de princípio de organização ideológica e abrange vários campos contextuais.

Isso também se encontra na diversidade de formas, assuntos, materiais que são revisitados nos exemplos da arte contemporânea. Não tem um ponto de vista único, mas reflete fielmente o movimento da realidade contemporânea.

Pode parecer contraditório, complexo ou indeterminado, mas é a expressão exata da realidade que se vive. Os principais temas podem ser, por exemplo, globalização, política de identidade, migração, tecnologia, identidade de gênero, etc.

Artistas da arte contemporânea

Não há forma melhor de compreender o que é arte contemporânea do que conhecer os artistas que a representam. Eles revolucionaram o mundo da arte, provocaram, comunicaram e experimentaram com sua arte, dominaram os leilões de discos mais famosos do mundo caracterizando uma época.

Aqui estão os artistas mais populares e queridos da arte contemporânea, aqueles que foram capazes de criar movimentos culturais e artísticos únicos e irrepetíveis. Da arte conceitual à arte performática, passando pela pop art e graffiti: vamos ver quem são os artistas mais influentes. Leia conosco:

1. Andy Warhol

Pintor, diretor, escultor, ator, roteirista e produtor de cinema, mas acima de tudo o mais conhecido expoente da Pop Art, segundo muitos Andy Warhol foi o artista mais influente do século XX. Nenhum outro artista retratou melhor as contradições do consumismo e do poder econômico dos EUA como ele.

A repetição era o seu carro-chefe: em grandes telas reproduzia várias vezes a mesma imagem, alternando suas cores. De grandes marcas comerciais (Coca Cola) a ícones políticos globais (Mao Tse-Tung), nada escapou do olhar atento de Warhol.

2. Francis Bacon

Francis Bacon foi um pintor irlandês e certamente um dos mais queridos artistas da arte contemporânea. Fascinante do ponto de vista artístico e humano, Francis Bacon é o emblema do experimentalismo. Seu estilo é caracterizado pela angústia, isolamento e deformação das figuras humanas.

Uma personalidade inquieta como sua arte, testemunho claro também das dificuldades de sua vida pessoal (sua homossexualidade declarada aos 16 anos custou-lhe o repúdio de sua família).

3. Keith Haring

Um dos expoentes mais populares do graffiti. Desde muito jovem descobriu a cultura alternativa do underground nova-iorquino dos anos 80. Suas fontes de inspiração são a rua e o metrô. Seu estilo é inconfundível e é reconhecido pela repetição de formas recorrentes em cores vivas e brilhantes e contornos pretos.

4. Roy Lichtenstein

Roy Lichtenstein é o nome de um artista americano que passou pelos anos 1900 e é considerado um dos maiores expoentes da Pop Art. A definição de Pop Art indica um movimento artístico nascido entre os anos 50 e 60 que se inspira na realidade e nas coisas do cotidiano: fotos, bandas desenhadas, retrabalho de cartazes e imagens publicitárias, etc. Grande artista da Pop Art, inspira-se nos anúncios comerciais da sua época e nos desenhos animados. Suas imagens de quadrinhos são emblemáticas.

Bem, você já sabe o que é arte contemporânea, mas caso ainda tenha alguma dúvida sobre o assunto ou sobre algum artista que representa o movimento, comente abaixo que vamos lhe ajudar. Até a próxima!