Indicadores de RH – Confira 12 indicadores para sua empresa!

Indicadores De RH
Economia,

Indicadores de RH – Confira 12 indicadores para sua empresa!

Usar métricas para medir vários aspectos de sua força de trabalho e processos internos faz parte de possuir e operar uma empresa. Quer a sua pequena empresa tenha um gerente de recursos humanos, se é responsável por essas tarefas ou terceiriza as tarefas de RH; você precisará estar ciente desses KPIs para melhorar os processos dos funcionários em geral.

Desde a taxa de absentismo da sua empresa até o índice de engajamento dos funcionários, é essencial saber quais são esses indicadores de desempenho de RH e como eles afetam a sua organização como um todo.

Por isso, há empresas que até exigem que o funcionário responsável tenha formação em um curso de indicadores de RH.

O que são KPIs de RH?

Indicadores de RH
O que são KPIs de RH?

Os indicadores-chave de desempenho de recursos humanos (KPIs de RH) medem e avaliam aspectos importantes dos recursos humanos ou funcionários de uma empresa. Essas métricas de RH medem o desempenho da empresa e os esforços de retenção observando sua força de trabalho.

Como os KPIs são medidos?

Os profissionais de RH usam essas métricas de KPI para definir e medir os processos internos da empresa e as metas específicas que giram em torno de seus funcionários. Os indicadores de desempenho de RH ajudam as empresas a avaliar o sucesso com base nessas métricas.

Esses padrões de definição devem ser implementados dentro da empresa para criar uma linha de base para comparar as descobertas futuras. Para fazer isso, sua empresa deve primeiro compreender os vários KPIs de RH para aplicá-los com sucesso.

Métricas comuns de RH

Familiarizar-se com esses conceitos é sempre uma boa ideia, mesmo que você não seja o responsável direto pela gestão de recursos humanos da empresa. Assim como conhecer um glossário comum de rastreamento de tempo , os proprietários e gerentes de negócios devem compreender esses conceitos para gerenciar melhor os membros de sua equipe.

Indicadores – Chave de desempenho de RH

Indicadores de RH
Confira 12 indicadores de RH

Confiram a seguir quais os indicadores financeiros de desempenho de RH:

1. Taxa de ausência

Taxa de ausência, taxa de absenteísmo ou porcentagem de ausência é a taxa de ausências não planejadas do trabalho dos funcionários. O custo das ausências anda de mãos dadas com essa taxa, pois ela calcula a taxa e o custo do absenteísmo de sua força de trabalho.

Para encontrar a taxa de ausência como uma porcentagem, você pode usar a fórmula de absenteísmo conforme mostrado abaixo:

  • (número de dias ausentes / número de dias úteis disponíveis em um período) x 100 = Taxa de ausência%.

O número final calculado mostrará a porcentagem de tempo que um funcionário teve uma ausência não planejada da empresa. Esta fórmula de taxa de absenteísmo é para um determinado período. No entanto, também pode ser usado para calcular a taxa de um ano inteiro. Substitua o conjunto de números para dias ausentes e dias úteis em um período pelos dias úteis de todo o ano para obter essas descobertas.

Lembre-se de que fins de semana, dias de férias e feriados não contam para os dias de trabalho disponíveis.

2. Satisfação com os benefícios

A satisfação com os benefícios mede o grau de satisfação da força de trabalho de uma empresa com os benefícios oferecidos. O gerenciamento de recursos humanos não precisará de uma fórmula para calcular esse KPI, pois ele pode ser medido pela equipe de pesquisa para determinar o que eles acham dos planos de benefícios associados.

Essa métrica ajuda as empresas a avaliar se estão oferecendo pacotes de benefícios bons ou ruins para seus funcionários, desde seguro saúde e odontológico até planos de aposentadoria. Ao fornecer pacotes de benefícios para funcionários de pequenas empresas, você também deve estar ciente das deduções associadas na hora do imposto.

3. Índice de satisfação do funcionário

Como o nome sugere, esse índice de satisfação mede o quão satisfeito uma força de trabalho está dentro de uma empresa. Também conhecida como ESI, essa métrica de recursos humanos ajuda as empresas a determinar a satisfação de seus funcionários por meio de pesquisas de satisfação de funcionários com base em uma escala de 1 a 10. Quanto mais próximo de 10, o funcionário avalia seu nível de satisfação, mais feliz ele fica com seu local de trabalho.

Os departamentos de recursos humanos usam esse índice para avaliar a felicidade geral e o contentamento de sua equipe ao trabalhar para uma organização. Se as empresas perceberem uma pontuação baixa, elas podem concentrar seus esforços na melhoria do ambiente de trabalho, no engajamento dos funcionários e na demonstração de apreço.

A satisfação do pessoal anda de mãos dadas com a produtividade do funcionário – quanto mais feliz e mais engajado o pessoal se sentir, melhores serão seus esforços e resultados de trabalho.

4. Taxa de produtividade do funcionário

Essa taxa de produtividade mede a produção total de trabalho dos funcionários de uma empresa. Esses indicadores de desempenho de RH são úteis, pois ajudam proprietários e gerentes a medir os níveis atuais de produtividade da força de trabalho, ao mesmo tempo em que fornecem uma métrica de linha de base para comparar com o desempenho e a produção futuros.

Para determinar essa métrica, você pode usar a equação de produtividade do trabalho:

  • Taxa de produtividade = produção total / entrada total

A produção total se refere à receita da produção, enquanto a entrada total pode representar o total de horas de trabalho ou o número total de funcionários para o trabalho gerado.

Os departamentos de RH usam esse KPI para fazer previsões de mão de obra e determinar o escopo dos recursos humanos necessários para concluir tarefas ou projetos específicos. O cálculo dessa taxa também pode fornecer uma visão comercial sobre as horas de trabalho dos funcionários e os níveis de produtividade.

As empresas encontraram uma relação direta entre as horas extras dos funcionários e seus níveis de produtividade. Ao todo, as horas extras podem realmente diminuir a produtividade, pois a produção do trabalho diminui com o tempo, enquanto as horas trabalhadas aumentam.

5. Taxa de retenção de funcionários

Indicadores de RH
fTaxa de retenção de funcionários

A taxa de retenção de funcionários de uma empresa mede o quão bem as empresas podem reter seus funcionários em um determinado período. Quanto mais alta a taxa, melhor será a empresa em manter seus funcionários felizes e trabalhando dentro da empresa. Quanto menor a taxa, maior o número de funcionários que deixam a empresa.

Indicadores-chave de desempenho como este ajudam as empresas a identificar problemas dentro da empresa para melhorar a taxa de retenção e atrair funcionários talentosos a permanecer no local.

Para determinar a taxa de retenção de funcionários da sua pequena empresa, use esta fórmula:

  • (número de funcionários que permaneceram por todo o período / número de funcionários no início do período) x 100 = Taxa de retenção%

É importante ressaltar que esse índice não inclui os empregados admitidos para o cargo, apenas para serem desligados após a destituição do cargo dentro da empresa.

6. Taxa de rotatividade (voluntária / involuntária)

A taxa de rotatividade refere-se ao percentual de funcionários que deixam a empresa em um determinado período. A rotatividade de funcionários é o ato de substituição do pessoal que saiu do estabelecimento. Uma taxa alta significa que uma empresa está contratando e recontratando significativamente, enquanto uma taxa baixa de rotatividade mostra que os funcionários estão permanecendo em seus cargos por mais tempo.

A taxa de rotatividade e a taxa de retenção são duas faces da mesma moeda, pois medem quão bem e quão mal uma empresa se sai em manter seus funcionários posicionados dentro da empresa.

Sua empresa pode usar a fórmula de rotatividade para determinar a taxa de rotatividade total:

  • (número de funcionários que saíram em um período / número médio de funcionários no mesmo período) x 100 = Taxa de rotatividade%

Além da taxa de rotatividade total, essa métrica pode ainda ser dividida em duas partes: separação voluntária da empresa e separação involuntária da empresa. Separação voluntária refere-se a funcionários que optam por deixar a empresa em vez de serem demitidos, demitidos ou que se aposentam.

  • (número de separações voluntárias em um período / número médio de funcionários no mesmo período) x 100 = taxa de rotatividade voluntária%

7. Índice de engajamento do funcionário

O índice de engajamento dos funcionários ajuda as empresas a identificar o grau de engajamento de seus funcionários com o trabalho. O índice é medido por meio de uma pesquisa que avalia como os funcionários apaixonados e inspirados se sentem sobre o que fazem.

Este índice pode ser usado como uma ferramenta de benchmarking para determinar o envolvimento dos funcionários e 21 outras métricas de RH em 56 países diferentes.

O alto engajamento dos funcionários leva a um aumento no desempenho, melhor alinhamento de objetivos para as empresas e sua força de trabalho e redução da rotatividade de funcionários. Uma pontuação mais alta neste índice beneficia todos os envolvidos, incluindo funcionários, empresas e clientes.

8. Pontuação do promotor líquido

A pontuação líquida do promotor, ou NPS, é uma métrica de RH que avalia a probabilidade de os clientes indicarem sua empresa ou produto para terceiros. O cálculo dessa pontuação pode ajudar as empresas a determinar e melhorar a lealdade do cliente e o reconhecimento e confiabilidade da marca.

Para calcular o NPS da sua empresa, siga esta fórmula:

  • Pontuação líquida do promotor =% de pessoas que não recomendariam sua empresa -% de pessoas que recomendariam sua empresa

Esse KPI crucial ajuda o RH a avaliar os serviços ao cliente da empresa, pois o resultado da pontuação gira em torno das experiências dos clientes. Melhorar sua pontuação líquida de promotor significa encontrar maneiras de melhorar seus serviços ao cliente, inspirar a lealdade do cliente e aumentar a confiabilidade de sua empresa para os consumidores.

Empresas de todos os tamanhos costumam recorrer a soluções de CRM ou software de gerenciamento de relacionamento com o cliente para ajudá-los a gerenciar e melhorar suas relações com o cliente, os quais possuem preços vantajosos com pagamento em boleto, cartão ou à vista.

9. Promoções internas vs contratações externas

Este KPI de RH compara a frequência com que as empresas promovem dentro de suas próprias fileiras com o quanto elas contratam fora da empresa para preencher vagas de emprego. O departamento de RH pode quantificar os dois processos de contratação para determinar qual funcionou melhor para a empresa no passado.

As contratações externas oferecem um conjunto maior de talentos para escolher, com uma nova perspectiva de assuntos internos. As promoções internas ilustram a lealdade dos funcionários, enquanto a empresa também mantém aqueles que já estão familiarizados com seus processos e cultura.

10. Tempo de ciclo para processar a folha de pagamento

Este KPI de recursos humanos mede o período de tempo do processo de folha de pagamento de uma empresa. Esse tempo de ciclo se refere ao número de dias úteis que leva para cobrir o processo da folha de pagamento do início ao fim. Uma vez que cada empresa deve ter um processo de folha de pagamento em vigor como meio de rastrear as horas de trabalho e pagar os funcionários, essa métrica é importante.

Esse tempo de ciclo ajuda as empresas a determinar a produtividade de sua equipe e a eficiência de seus processos internos. Se a duração total do processamento da folha de pagamento demorar mais do que o necessário, as empresas podem alterar esse ciclo para garantir eficiência e responsabilidade.

11. Qualidade de locação

Este KPI de recursos humanos avalia o valor que uma nova contratação traz para uma empresa. A qualidade da contratação determina o quanto um novo funcionário contribui para o sucesso geral da empresa. Medir essa métrica é um dos processos de RH mais complicados, mas também é um dos mais importantes para avaliar o desempenho dos funcionários.

O RH pode usar esse KPI para esclarecer os esforços de recrutamento da empresa e o quão bem-sucedidos eles são na escolha do tipo certo de funcionários. Ao medir essa ação, as empresas podem melhorar seus processos de recrutamento para garantir candidatos de alta qualidade para suas vagas de emprego.

Há várias maneiras de o RH medir essa métrica de qualidade de contratação, incluindo o uso de outros KPIs para agregar essas informações, como avaliações de desempenho, taxa de promoção, taxas de produtividade, valor da vida útil do funcionário e muito mais. Levar em consideração todos os KPIs de recursos humanos escolhidos e encontrar o indicador médio pode ajudar a traçar um quadro claro da qualidade geral da contratação de um funcionário específico.

12. Eficácia do treinamento

Indicadores de RH
Eficácia de treinamento

O treinamento e a integração de novos contratados é uma parte necessária e vital para garantir que a força de trabalho de uma empresa esteja preparada para cumprir suas funções. Os indicadores de desempenho de RH, como a eficácia do treinamento, ajudam as empresas a determinar quão bem seus programas de treinamento envolvem e ensinam os novos contratados e quão bem eles se ajustam à cultura de trabalho e ao resultado de seu trabalho dentro da organização.

Quatro critérios ajudam a medir a eficácia do programa de treinamento de uma empresa. São os seguintes:

  • Reação: Como os participantes e os novos contratados reagem ao programa? Meça isso usando uma pesquisa pós-treinamento para avaliar como eles responderam às informações.
  • Aprendizagem: O que os funcionários aprenderam com o treinamento? Determine seus novos conhecimentos com testes ou demonstrações no local de trabalho.
  • Comportamento: os funcionários estão aplicando o que aprenderam em seu novo cargo? A gerência pode observar e avaliar esta aplicação pessoalmente.
  • Resultados: Como isso impacta a empresa como um todo? Observe a taxa de produtividade e meça a eficácia do gerenciamento para ver como os novos funcionários estão cumprindo suas funções.

Compreender os KPIs de gerenciamento de recursos humanos pode ajudar os proprietários e gerentes de pequenas empresas a definir linhas de base e medir o desempenho e a produção para melhorar seus processos e produtividade em geral.

Como os recursos humanos são uma parte vital de qualquer pequena empresa, é fundamental dar a eles a atenção que merecem. Use ferramentas como o QuickBooks Online para ajudá-lo a rastrear dados específicos e medir várias métricas do departamento de RH, além de permitir que entre em contato sempre que precisar de suporte.

Confira mais conteúdos valiosos como este aqui no site, basta acessar as nossas categorias e selecionar os temas que mais lhe chamam atenção!