O que é dejavu? – Confira explicação científica e esotérica!

O que é dejavu?
News,

O que é dejavu? – Confira explicação científica e esotérica!

O que é dejavu? O que acontece quando experimentamos a sensação de “já vivi isso”. Você já experimentou um dejavu, aquela sensação estranha de já ter vivido uma determinada situação no passado?

É um fenômeno bastante difundido, há quem já o tenha experimentado pelo menos uma vez na vida, com maior frequência ou então nunca. Certa causa ainda não foi encontrada e existem várias teorias que explicariam o fenômeno.

Neste conteúdo, vamos especificar de maneira mais clara quais são as principais teorias que explicam o acontecimento em nosso cotidiano. Portanto, caso queria saber de forma simples e direta o que é dejavu, acompanhe-nos até o final do conteúdo. Vamos lá!

Definição de o que é dejavu

O que é dejavu?
O que é dejavu?

O termo dejavu deriva da língua francesa, significando literalmente “já visto”. A partir dessa definição entendemos o que é o fenômeno e como ele se manifesta, ou seja, com a impressão forte e nítida de já termos visto o que está acontecendo em um determinado momento, o que realmente está acontecendo pela primeira vez.

No entanto, o nome não explica como e por que isso acontece, embora se acredite amplamente que a causa pode ser encontrada em um mecanismo no cérebro.

Sabe-se que o dejavu afeta cerca de 60-70% das pessoas, principalmente os mais jovens. Um fenômeno generalizado, portanto, que não deve preocupar, pois até agora foi considerado inofensivo, mas que fascina os estudiosos há algum tempo, desde o início do século XX.

Ainda hoje não existe uma explicação científica que se acredite ser completamente válida. Um fenômeno tão rápido e imediato é difícil de estudar: os experimentos podem ser realizados até semanas após a ocorrência do fenômeno, consequentemente a memória dos sujeitos é alterada pelo tempo, assim como suas implicações no nível do cérebro.

Para dar uma explicação ao fenômeno, vários tipos de estudos têm sido realizados, os quais geraram algumas teorias. Os considerados mais válidos e racionais são de tipo científico e psicológico, mas também não faltam hipóteses pseudocientíficas e esotéricas.

Teorias neurológicas sobre o que é dejavu

E o que é dejavu? As teorias mais acreditadas são de tipo neurológico, que, portanto argumentam que o dejavu é o resultado de algum truque de memória ou de um breve mau funcionamento, que não causaria danos graves ao cérebro.

1.     Dupla memória

É a ideia de que uma ação é armazenada instantaneamente na memória de curto prazo, enquanto leva alguns milésimos de segundo a mais para ser lembrada pela memória de longo prazo. Essa desambiguação de memórias cria o distanciamento que dá a impressão de que se trata de uma situação que aconteceu no passado.

Semelhante a esta teoria, existe a da lembrança consciente e inconsciente. Sigmund Freud falou em dejavu para explicar, por exemplo, as memórias e experiências que permaneceram reprimidas e inconscientes, que se manifestaram não apenas nos sonhos, mas também por meio desse fenômeno.

2.     Falso reconhecimento

O que é dejavu? Outra teoria pode ser explicada através do falso reconhecimento. Nossa memória armazena qualquer situação que testemunhamos, que pode ser um nome, uma fotografia, um lugar, uma pessoa, uma ação e assim por diante.

As memórias, no entanto, muitas vezes são registradas de forma fragmentada: o dejavu ocorreria quando fragmentos de situações atuais são confundidos e se juntam a fragmentos de memórias de situações semelhantes do passado. Na verdade, o cérebro pode se lembrar de algo, mas não exatamente quando e como aconteceu. É por isso que haveria uma sensação de familiaridade. 

3.     Teoria da atenção

De acordo com outros estudos, esse fenômeno é causado por um erro no sistema de atenção, que ao ser interrompido provoca um reprocessamento da informação.

Basicamente, essa interrupção muito curta faz você esquecer uma ação que acabou de ocorrer instantaneamente, enquanto a parte da percepção permanece ativa apenas no inconsciente, dando assim familiaridade, mas não a recuperação da memória completa. É muito semelhante à teoria de Pierre Gloor, segundo a qual o dejavu ocorre devido a uma desativação momentânea e rara do sistema de recuperação da memória.

4.     Epilepsia temporal

Inicialmente, a explicação mais convincente partia do fato de que esse fenômeno se manifestava mais em pacientes com essa condição: entre os sintomas que precedem uma crise epiléptica desse tipo estaria o dejavu.

O principal experimento de apoio a essa teoria foi realizado em 2012, onde foram comparados 113 participantes saudáveis, alguns que haviam experimentado pelo menos um dejavu, e outros que nunca o haviam experimentado.

Uma perda significativa de massa cinzenta foi encontrada nos cérebros do primeiro grupo. Portanto, acreditava-se que aqueles que experimentavam essa sensação sofriam de epilepsias leves, sem efeitos graves.

Outras teorias que explicam o que é dejavu

O que é dejavu?
Outras teorias que explicam o que é dejavu

O que é dejavu? Outras teorias, um pouco mais esotéricas se podemos assim dizer, também explicam o seu acontecimento. O fenômeno do dejavu é muito fascinante, o que você sente é tão particular, e ainda não completamente claro para a ciência, que inspira diferentes interpretações, mesmo teorias que se afastam da ciência e da explicação empírica, para entrar em uma mais esotérica. Leia:

1.     Sonhos

A teoria mais conhecida, que não faz uso de explicações e estudos científicos, é aquela que considera dejavu como o ato de reviver ou relembrar algo que aconteceu em um sonho. Parece tão real e familiar para nós porque aconteceu em nosso inconsciente enquanto estávamos dormindo, então podemos nos lembrar de algo, mas não de tudo.

2.     Premonições

Segundo outras hipóteses, porém, não seriam sonhos, mas verdadeiras premonições, como se durante um dejavu estivéssemos visualizando uma profecia do que acontece depois de alguns segundos.

3.     Relatividade

Uma teoria fascinante sustenta que o tempo é uma convenção puramente humana, enquanto o mundo nem sempre segue a lógica do tempo. Portanto, o dejavu seria uma das ferramentas com que somos trazidos de volta à realidade sem um tempo convencional.

4.     Reencarnação

Várias religiões e filosofias se referem à reencarnação e à possibilidade de outras vidas. O dejavu, segundo essas crenças, seria explicado como a memória de uma vida anterior que ressurge e nos dá uma sensação de familiaridade, sem sermos capazes de lembrá-la completamente de forma consciente.

Agora que já sabe o que é dejavu, conte para nós aqui nos comentários qual a sua opinião sobre a explicação desse fenômeno. Você acredita mais em algo relacionado ao cérebro ou realmente a experiências esotéricas? Comente abaixo. Até a próxima!