Atualidades, Gatas,

Na Inglaterra – Aluno acham fotos de professora com seios a mostra e ficam “agitados”.

Imagens de Joanne Salley, de 32 anos, estavam em pen drive de fotógrafa profissional.

Uma escola no abastado subúrbio londrino de Harrow-on-the-Hill, no noroeste da capital britânica, está investigando como fotos de topless de uma professora circularam pela instituição, após terem sido encontradas por um aluno.

A ex-miss Irlanda do Norte, ex-apresentadora e ex-modelo Joanne Salley, de 32 anos, que há seis anos ensina arte na escola, ficou bastante transtornada e teve de ser levada para casa aos prantos quando a notícia do vazamento veio à tona.

Segundo a imprensa britânica, os arquivos estavam em um pen drive deixado em um laboratório de fotografia por outra professora de artes da escola, a fotógrafa profissional Fiona Corthine – que havia tirado as fotos.

Nas imagens artísticas, a ex-modelo posa para a câmera vestindo somente um par de calças jeans, sem camiseta. Em uma delas, aparece de perfil, deixando cair os cabelos até quase a cintura.

O material foi encontrado por um dos alunos e rapidamente distribuído entre os mais de 800 estudantes do local. As imagens também foram parar na internet.

Um dos alunos disse ao jornal The Daily Telegraph que todos já admiravam a beleza da educadora antes do episódio.

– Todo mundo já achava que a senhorita Salley era uma gata mesmo, então naturalmente as fotos se espalharam pela escola feito fogo em pólvora.

Não é a primeira vez que a beleza de Salley chama a atenção negativamente na escola privada, que se orgulha de ter ensinado alunos como o ex-primeiro-ministro Winston Churchill e cujas mensalidades custam mais de R$ 6.500.

No passado, a professora havia revelado ter recebido sucessivas cartas de amor escritas por um aluno. Ela disse também que outro aluno costumava frequentar as suas aulas mesmo sem estar matriculado.

De acordo com os jornais britânicos, as imagens não somente circularam na escola de Harrow, mas também entre os estudantes de seu antigo emprego, um colégio privado em Northwood, perto dali.

O diretor da escola, Barnaby Lenon, defendeu a professora e disse que o episódio será investigado.
– Joanne Salley é uma professora de arte bem-sucedida na nossa escola há muitos anos e que, no passado, foi modelo. As fotografias em que ela aparece posando foram tiradas por uma fotógrafa profissional, que também dá aulas de fotografia por meio período na escola.

De acordo com o diretor, as fotografias foram “roubadas”.

– Essas fotos foram roubadas e passadas adiante para alguns alunos na escola sem o consentimento da fotógrafa, que detém os direitos de reprodução. O assunto está sendo investigado.

Fonte:BBC Brasil