Conecte-se conosco

Política

Maggi decide recusar convite para assumir Transportes, diz fonte

Publicados

em

BRASÍLIA (Reuters) – O senador Blairo Maggi (PR-MT) decidiu recusar nesta sexta-feira convite da presidente Dilma Rousseff para assumir o cargo de ministro dos Transportes, disse uma fonte à Reuters.

Segundo a fonte, que falou sob condição de anonimato, o PR deverá se reunir na próxima semana para chegar a um consenso em relação a um novo nome.

A decisão foi tomada após reunião de Maggi com advogados de suas empresas em Mato Grosso. Segundo a assessoria de imprensa do senador, a avaliação é que, se assumisse o cargo de ministro, o parlamentar teria problemas de conflito de interesse.

Maggi, ex-governador de Mato Grosso, ainda não informou Dilma sobre sua recusa, disse a assessoria. A decisão só deverá ser formalizada na próxima semana.

Enquanto o nome de um novo ministro não é formalizado, o secretário-executivo do Ministério dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, ocupa o cargo interinamente.

Apesar de também ser filiado ao PR, partido que comanda o ministério desde o governo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, Passos não reúne apoio político suficiente para manter-se no cargo.

O ex-ministro Alfredo Nascimento (PR-AM) se demitiu do cargo na quarta-feira devido a denúncia de corrupção no ministério, que envolveria um esquema de cobrança de propina organizado pelo seu partido.

(Por Hugo Bachega, com reportagem adicional de Jeferson Ribeiro)


Comentários via Facebook

Leia também

Continue Lendo
Clique para comentar

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *