Dilma quer pressa na aprovação do mínimo

A presidente Dilma quer pressa na aprovação do novo salário mínimo, na proposta do governo de 545 reais, antes que os movimentos sindicais se organizem e lutem por um mínimo maior, de 580 reais.

Mesmo com a crise de ministérios entre PMDB e governo, o líder do partido na câmera, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), disse que a sua bancada votará em peso com o governo, e sem questionar.

Os movimentos sindicais disseram que partirão para o corpo a corpo com os deputados, para garantir um mínimo maior.  De acordo com a Agência Reuters, Wagner Gomes, presidente da Central de Trabalhadores do Brasil (CTB), disse que intensificarão sua atuação para garantir um salário mais justo.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *