Error - no front end stylesheet defined.
Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar

Em São Jose dos Pinhais (PR) – Homem que matou o pai com golpes de foice ataca a polícia e precisa ser contido a tiros.

19:27 Filed under: News | Author Name

Com muita dificuldade, a polícia conseguiu prender ainda na tarde de segunda-feira (30) o rapaz que matou o pai de 70 anos com golpes de foice na cabeça. Rodrigo Menezes, 29, que tem distúrbios mentais, fugiu após o crime, mas voltou para a residência da família e se escondeu embaixo da cama com uma faca nas mãos.

Quando os investigadores da Polícia Civil de São José dos Pinhais na região metropolitana de Curitiba, entraram na casa, Rodrigo os atacou e só foi contido depois de disparos de arma de fogo. O rapaz levou tiros de raspão e foi medicado posteriormente. A polícia diz que ele não apresentava nenhum indício de arrependimento.

“Trata-se de uma pessoa que comprovadamente tem problemas neurológicos e apresenta risco tanto para ele como para a sociedade. Nós conseguimos contê-lo, mas somente com o uso da violência”, contou o superintendente Clóvis Lima da Delegacia de São José dos Pinhais.
Segundo vizinhos e policiais, Rodrigo tem um histórico de comportamento violento e na última semana sua relação com o pai havia se tornado mais agressiva. Rodolfo Amaral, já idoso, foi pego de surpresa quando estava sentado em seu carro na frente da oficina da família. Ele levou vários golpes que desfiguraram sua cabeça. Testemunhas contam que no momento do ataque, Rodolfo implorava por sua vida e pedia socorro. A residência deles fica a poucas quadras da oficina, na rua Pedro Munaretto, bairro Bom Jesus.

Sem remorso

Rodrigo foi encaminhado para a delegacia após ser medicado seguiu para o Complexo Médico Penal onde será sujeito a tratamento psiquiátrico. Os policiais se assustaram com maneira como ele se referia ao crime, dizendo que não se arrependia de nada. “A cena que vimos no local do assassinato foi assustadora, até mesmo para nós que somos policiais. Mesmo com toda essa brutalidade cometida contra o próprio pai, Rodrigo não demonstra remorso”, assinalou com pesar o superintendente Clóvis.

O policial reafirmou que o crime poderia ter sido evitado caso os órgãos de saúde da cidade tivessem agido antes. “O trabalho da polícia é feito depois que a situação violenta é concretizada. Neste caso, como este jovem demonstrava perigo para sociedade, já deveria estar sendo tratado”, ressaltou Clóvis.

Fonte:Banda B AM


Use Facebook to Comment on this Post

Shortlink:

Compartilhe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Google Plus site stats
Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar