G1 RJ – Delegado do RJ que disse evitar Linha Vermelha após arrastão é afastado

Home » News » Política » Escândalos » G1 RJ – Delegado do RJ que disse evitar Linha Vermelha após arrastão é afastado

By nesqueci on 6 de Abril de 2011. No Comments

‘Eu particularmente evito a Linha Vermelha durante a noite,’ disse ao RJTV.
Arrastão aconteceu na noite de terça e cerca de 20 pessoas foram assaltadas.

O delegado Altair Queiroz, que era titular da 64ªDP (S. J. de Meriti), foi retirado do cargo nesta quarta-feira (6) após declarar, em entrevista ao RJTV, que evita passar pela Linha Vermelha durante a noite.

Na terça-feira (5) houve um arrastão na via expressa, na altura de Duque de Caxias, na pista sentido Baixada Fluminense.

“Eu particularmente evito a Linha Vermelha durante a noite. Meu trajeto de volta pra casa é pela Avenida Brasil,” afirmou o delegado. (Veja o vídeo .)

Segundo nota divulgada, a decisão da chefe da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Martha Rocha, foi uma “forma de tornar pública a reprovação por parte da Polícia Civil quanto a declaração.” Queiroz ficará lotado na Coinpol (Corregedoria Interna da Polícia Civil).

Arrastão

De acordo com as testemunhas, cerca de 15 homens armados renderam vários carros, por volta das 19h45 – horário de grande congestionamento na região. Cerca de 20 pessoas foram assaltadas.

O caso está sendo investigado pela 64ª DP (São João de Meriti). De acordo com a polícia, os criminosos roubaram carteiras, celulares e outros pertences. Com base nos depoimentos, os criminosos teriam entre 16 e 18 anos.

Segundo os agentes, as vítimas relataram que os criminosos estavam a pé e fugiram correndo pela passarela próxima à via.

Pânico

Vítimas relataram o pânico que viveram na noite de terça-feira (5). “Um deles colocou a pistola na minha cara, falando que se eu fosse polícia ele ia me matar. Fiquei apavorado. Ele pediu minha carteira, eu puxei minha carteira, entreguei para ele. A gente trabalha e não sabe se vai chegar vivo em casa”, disse um homem, que não quis ser identificado.

“Mais de 15 pessoas com colete, pistola, granada, fuzil e todos aparentando menor de idade. Levaram relógio, tudo de todo mundo e deixaram os carros travados na pista”, disse outra vítima.

———————————————————–
Só para corrigir o repórter da Globo que se empolgou e falou besteira.
Exoneração é um processo administrativo publico que serve para demitir funcionários públicos. Não é uma ordem sumaria da secretaria de segurança, existe um processo para isso.
A secretaria de segurança só deu um puxão de orelha no delegado e o remanejou.
O que o delegado falou não é ilegal e está correto.
Quando ele sai da delegacia para ir pra casa ele não é delegado ele é um pai de família e deve temer por sua segurança.
Ser Delegado é um emprego e não um superpoder.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *