PM que confessou assassinato de Tairone Silva tem “super guarda”.

Cotidiano,

PM que confessou assassinato de Tairone Silva tem “super guarda”.

Tairone Silva (de vermelho) era promessa do boxe para os Jogos Olímpicos

Recolhido em um quartel da Brigada Militar desde a manhã de sábado, o PM Alexandre Camargo Abe, 29 anos, assassino confesso do boxeador Tairone Silva, 17 anos, responderá também uma sindicância disciplinar que pode resultar em sua expulsão da corporação. Após ter a prisão preventiva decretada pela Justiça sábado, o soldado que atua na área de inteligência do Comando Regional de Policiamento Ostensivo do Litoral Norte foi preso em casa por colegas, informou o comandante regional, coronel Altemir Ferreira.

Levado à sede do 8º Batalhão de Polícia Militar, o PM foi transferido para outra unidade na região devido ao risco de invasão do local por populares indignados com o crime.

— Pedimos autorização judicial para a transferência devido à comoção na cidade. O local é mantido em sigilo por questão de segurança — explicou o major Valdeci Antunes dos Santos, comandante do 8º BPM

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a3239136.xml

———————————————————————————————————————————————–

Engraçado como o estado superprotege as pessoas que deveriam proteger as pessoas e não o fazem, não estou falando para linchar o PM mas perai”pode ser expulso da corporação?” ele ja devia estar fora.

O estado falhou em proteger a vida de Tairone, que era praticamente uma criançae ainda exita em punir seu executor. Em que país que as leis estão sendo usadas para proteger os cidadãos? Porque esse país não chama  Brasil.