Conecte-se conosco

Cotidiano

PM que confessou assassinato de Tairone Silva tem “super guarda”.

Publicados

em

Tairone Silva (de vermelho) era promessa do boxe para os Jogos Olímpicos

Recolhido em um quartel da Brigada Militar desde a manhã de sábado, o PM Alexandre Camargo Abe, 29 anos, assassino confesso do boxeador Tairone Silva, 17 anos, responderá também uma sindicância disciplinar que pode resultar em sua expulsão da corporação. Após ter a prisão preventiva decretada pela Justiça sábado, o soldado que atua na área de inteligência do Comando Regional de Policiamento Ostensivo do Litoral Norte foi preso em casa por colegas, informou o comandante regional, coronel Altemir Ferreira.

Levado à sede do 8º Batalhão de Polícia Militar, o PM foi transferido para outra unidade na região devido ao risco de invasão do local por populares indignados com o crime.

— Pedimos autorização judicial para a transferência devido à comoção na cidade. O local é mantido em sigilo por questão de segurança — explicou o major Valdeci Antunes dos Santos, comandante do 8º BPM

http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a3239136.xml

———————————————————————————————————————————————–

Engraçado como o estado superprotege as pessoas que deveriam proteger as pessoas e não o fazem, não estou falando para linchar o PM mas perai”pode ser expulso da corporação?” ele ja devia estar fora.

O estado falhou em proteger a vida de Tairone, que era praticamente uma criançae ainda exita em punir seu executor. Em que país que as leis estão sendo usadas para proteger os cidadãos? Porque esse país não chama  Brasil.

Comentários via Facebook

Leia também

Continue Lendo
3 Comentários

3 Comments

  1. neusa

    17 de março de 2011 a 13:14

    As armas são colocadas (legalmente) nas mão de uns “loucos”. Essas pessoas passam por um exame psicológico, para saberem se tem condições de portarem uma arma? Se passam, está tendo falhas no exame. Lendo a notícia acima, dá-nos a impressão que a segurança, por parte da polícia, é corporativista. Esperamos que a justiça seja feita.

  2. Luciano de Lima tavares

    20 de março de 2011 a 10:01

    Indignacao!!
    Vi a reportagen na tv e a entrevista absurda do advogado dizendo que foi legitima defesa. Essa pratida e policiais assassinos acima da lei e moda em nosso Pais.
    o Motivo ea falta de punicao. existem varias historias iguais a a essa. e posso afirmar nimguem saiu da cooporacao. continuam matando, e recebndo o salario
    que nos pagamos. acompanhem este fato quando a impressa esquecer ele volta.

  3. Ana Luiza

    20 de março de 2011 a 10:05

    Eu só espero que esse desgraçado, filho do diabo apodreça na cadeia, e que pague centavo por centavo tudo o que ele fez ao menino e à família dele. Estou indignada, também sou mãe, perdoem o desabafo descontrolado…

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *