Greve acaba e funcionários devem voltar aos hospitais ainda nesta sexta.

Home » Atualidades » Saúde » Greve acaba e funcionários devem voltar aos hospitais ainda nesta sexta.

By nesqueci on 10 de junho de 2011. No Comments

No acordo ficou definido reajuste geral de 7% dos salários que estão acima dos pisos. O vale-alimentação passará de R$ 130 para R$ 170 já a partir deste mês.

Terminou nesta sexta-feira (10), depois de quatro dias, a greve dos funcionários dos hospitais particulares e filantrópicos de Curitiba e região metropolitana. Enfermeiros e auxiliares devem voltar ao trabalha ainda na noite desta sexta. A decisão foi tomada depois de uma audiência entre representantes dos funcionários e do sindicato patronal na Justiça do Trabalho.

No acordo ficou definido reajuste geral de 7% dos salários que estão acima dos pisos. O vale-alimentação passará de R$ 130 para R$ 170 já a partir deste mês. O adicional de insalubridade será reajustado de R$ 113 para R$ 126. A categoria pedia reajuste de 28% nos pisos salariais e o sindicato patronal (Sindipar) havia oferecido, inicialmente, aumento de 6,5%.

Também ficou definido que os trabalhadores terão estabilidade de 30 dias no emprego e os dias parados não serão descontados, mas deverão ser compensados. Pelo acordo, os trabalhadores se comprometeram em voltar ao trabalho a partir do turno das 19h ou 19h30 desta sexta-feira, conforme o hospital.

Reflexos

A paralisação da categoria em Curitiba e região metropolitana de Curitiba teve início na terça-feira (7) e causou reflexos no atendimento à população. Oito leitos das Unidades de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Misericórdia ficaram fechados. A adesão à greve era de 40% no hospital. Cerca de 85% dos funcionário do ambulatório do Hospital Cajuru estavam em greve. Funcionários foram remanejados para não suspender as consultas.

O Ministério Público do Paraná (MP-PR) havia informado que os grevistas poderiam responder criminalmente em caso de morte ou lesão irreparável à saúde do paciente que não recebesse atendimento em razão da greve.

Fonte: Gazeta do Povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *