Zero Hora – Estudante da UFRGS entra em coma após participar de trote em Porto Alegre.

Home » News » Zero Hora – Estudante da UFRGS entra em coma após participar de trote em Porto Alegre.

By nesqueci on 19 de Março de 2011. No Comments

Felipe Moski, de 18 anos, foi encontrado caído na Redenção

O estudante do curso de Ciência da Computação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Felipe Boff Molski, 18 anos, entrou em coma no início da tarde desta sexta-feira após a realização do trote por alunos veteranos, em Porto Alegre. Segundo a tia do jovem, Terezinha Evaldt, a família teria sido acionada por volta das 16h e localizou o rapaz no Parque da Redenção.
A irmã, Cristiane Boff Molski,e o avô José Fernandes Boff, viajaram de Viamão a Porto Alegre em busca de Felipe, que foi encontrado caído próximo ao Monumento do Expedicionário. Os familiares decidiram pedir ajuda à Brigada Militar e ao Samu, que se recusaram a transportá-lo ao HPS.

— Felipe é tímido, tranquilo, não bebe. Quando a gente faz festinha nos aniversários, ele toma refrigerante, não usa droga, não sabemos o que tá acontecendo — afirmou Cristiane.

Após uma série de exames no Instituto Médico Legal, foram detectadas diversas lesões no corpo do estudante. A avaliação médica revelou que não havia teor alcoólico no sangue. De acordo com relatos de colegas, eles teriam bebido cachaça durante o trote da faculdade.

Rodolfo Mohr, 24 anos, estudante de Jornalismo e um dos coordenadores do Diretório Central de Estudantes (DCE) da UFRGS, observa que não há estímulo ao trote violento e com humilhações.

— Queremos encontrar este estudante (Felipe) e apurar quais são os responsáveis, porque de forma alguma isso deve ser tratado com normalidade.

Fonte:Zero Hora
——————————————————————————————-

Trote é proibido por um motivo e não porque a faculdade é chata ou opressão do governo e bla bla bla.
É proibido porque bebidae multidão só da problema, a maioria de faculdades publicas e privadas são compostade menores de idade.
Não faz sentido trote com bebida relacionado a uma instituição de ensino. Esse tipo de situação igual a de Porto alegre acontece no país inteiro poque as faculdade e a polícia é omissa.Trote é proibido e pronto.
E não vez com essa e que na minha faculdade é diferente as pesoas lá são civilizadas porque isso é balela, se bom senso valesse alguma coisa não precisariamos de leis afinal é só usar bom senso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *