Vergonha em São Paulo – Estudantes apanham de guardas de Metrô.

Home » Atualidades » Cotidiano » Vergonha em São Paulo – Estudantes apanham de guardas de Metrô.

By nesqueci on 19 de março de 2011. No Comments

Manifestantes entraram entraram em confronto com a Polícia Militar e os seguranças da estação Anhangabaú do Metrô

O confronto que se formou no final do protesto do Passe Livre, nesta quinta-feira (17), foi resultado de uma sucessão de erros cometidos pelos manifestantes, Polícia Militar e os seguranças do Metrô, afirma o integrante do movimento Marco Magri.

Na última tarde, jovens tentaram pular a catraca da estação Anhangabaú em protesto contra o aumento da tarifa de ônibus e foram reprimidos pelas forças de segurança. Os passageiros que embarcavam naquele horário também acabaram sendo agredidos.

Magri relata que a tentativa de pular as catracas do Metrô não foi um ato pensado, mas acabou sendo uma forma de resposta às inúmeras tentativas fracassadas de negociar com a Prefeitura de São Paulo. Entretanto, a avaliação final do protesto desta quinta-feira foi negativa, na opinião do integrante do movimento.

– O público em geral sempre foi receptivo à manifestação contra o aumento da passagem de ônibus. Mas, ontem, percebemos que o protesto acabou atrapalhando o embarque dos outros passageiros e os deixando assustados. Percebi que muitos olharam muito bravos para nós. Além disso, a forças usadas pela polícia e pela segurança do Metrô foram desmedidas.

O integrante do grupo relata que a relação entre o movimento e a Polícia Militar melhorou nos últimos tempos, mas o uso de bomba de efeito moral e spray de pimenta em um local fechado como a estação Anhangabaú do Metrô contribuíram para instaurar o clima de caos, pois “não havia para onde correr”.
Magri também criticou a atuação dos seguranças da empresa, que chegaram a agredir os manifestantes com chutes e tapas e usar a parte mais dura do cassetete para conter o protesto.

O Movimento Passe Livre fará um novo protesto contra o aumento da passagem, às 17h, na praça Oswaldo Cruz, no Paraíso (zona sul). A marcha deve acontecer pela avenida Paulista até a rua da Consolação.

Manifestantes entraram entraram em confronto com a Polícia Militar e os seguranças da estação Anhangabaú do Metrô


Fonte: R7 SP
————————————————————————————————————

Denovo a m*$#@ do poder publico usa seus recursos para bater na população, tem que punir baderneiro sim mas no rigo da lei.
Guardinha de metrô não é policial, juiz, juri e nem executor.
Qual a desculpa pra bater em cinegrafista? Claramente encobrir a vioência que ele iam cometer.
CAde o poder publico pra ir atras deles agora?
Só usar policial pra espacar jornalista e estudante não é justiça. Tinha muito bandido baderneiro no protesto mas esses guardas de metrô tambem tinham que estar atras das grades.
Se vão usar os videos para identificar os baderneiros que usem para prender esses bandidos de uniforme de segurança.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *