UFC 128 – Jones domina Shogun, nocauteia e se torna o mais jovem campeão do UFC.

Home » Atualidades » Esporte » UFC 128 – Jones domina Shogun, nocauteia e se torna o mais jovem campeão do UFC.

By nesqueci on 20 de março de 2011. No Comments

O reinado do brasileiro Maurício Shogun entre os meio-pesadods durou pouco. Neste sábado, pelo UFC 128, em Newark, nos Estados Unidos, o curitibano de 29 anos foi derrotado em sua primeira defesa de cinturão. Em combate com a atual sensação do MMA, ele acabou nocauteado pelo norte-americano Jon Jones, no terceiro assalto.

Jones, de apenas 23 anos, tornou-se assim o mais novo campeão da história do UFC, ao conquistar o título da categoria meio-pesado, que antes de Shogun esteve nas mãos de Lyoto Machida.

Usando muito bem sua maior envergadura e contando com um estilo ousado, muita energia e confiança, Jones dominou o combate desde o primeiro assalto e não deu chances a Maurício Shogun. Esta foi a 14ª vitória do norte-americano, que só perdeu uma vez na carreira, em 2009.

“É tão bom, um sonho se tornando realidade. Se você acreditar em si mesmo, no seu coração, você pode”, comemorou Jones, que logo em seguida viu Rashad Evans se aproximar no octógono e realizar o desafio para seu próximo combate, a primeira defesa de cinturão em uma categoria de alta rotatividade de campeões.

A Shogun, que terminou o confronto com o rosto inchado e sangrando, restou lamentar e reconhecer a derrota. “A minha estratégia era dar meu melhor qualquer que fosse a área da luta. Mas ele foi melhor, então parabéns a ele”, disse ele, que resistiu o quanto pôde antes de o árbitro encerrar o combate, para lhe preservar.

Maurício Shogun não entrava no octógono desde a conquista do cinturão em maio de 2010 contra Lyoto Machida. Ele realizou uma cirurgia no joelho e teve de se afastar para a recuperação. Inicialmente, ele enfrentaria Rashad Evans, mas uma lesão do rival levou Jon Jones a ser convidado para seu lugar. Jones recebeu o chamado imediatamente após vencer Ryan Bader, ainda no ringue, e aceitou desafiar o brasileiro.

Desde então foram seis semanas de preparação, apenas, até entrar no octógono contra Shogun e lhe tomar o cinturão.


A luta

Logo no início do primeiro round, Jones começou mostrando seu repertório de golpes: em poucos segundos, acertou joelhada e tentou um chute rodado, levando o brasileiro para o chão. Os lutadores passaram a aplicar as técnicas de solo, sem grandes avanços nos primeiro momentos, com Shogun por baixo, enfrentando algumas dificuldades.

O brasileiro conseguiu levantar, mas sofreu fortes golpes e joelhadas, mostrando estar um tanto atordoado pelas investidas do jovem oponente.

Jones controlou o primeiro assalto e também iniciou o segundo com bons chutes e uma excelente cotovelada rodada. A altura do norte-americano e sua envergadura dificultaram para que Shogun encontrasse a distância ideal durante todos os momentos do duelo.

Derrubado mais uma vez no meio do round, o então campeão se defendeu bem, mas levou golpes e passou a sangrar, já com o rosto inchado.

O brasileiro iniciou o terceiro giro tentando tomar a iniciativa, mas toda vez que encontrava seu raio de ação, levava chutes e socos. Shogun tentou levar a luta para o chão, mas o rival mais uma vez ficou por cima, castigando-o. Desta vez, Jones encontrou os espaços e, com socos e cotoveladas, forçou o árbitro a encerrar o combate, devolvendo o título aos Estados Unidos.

Veja a Luta:

Parte 2:

Parte 3:

Fontes:Youtube,Uol e terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *