Tucana, Ruth Rocha se diz “indignada” ao ver seu nome em lista pró-Dilma; Eric Nepomuceno se desculpa por “equívoco” – 27/10/2010 – UOL Eleições 2010 – Notícias – Geral

Home » News » Eleição » Tucana, Ruth Rocha se diz “indignada” ao ver seu nome em lista pró-Dilma; Eric Nepomuceno se desculpa por “equívoco” – 27/10/2010 – UOL Eleições 2010 – Notícias – Geral

By nesqueci on 27 de outubro de 2010. No Comments

A inclusão de seu nome em uma lista de apoio à candidata do PT à Presidência da República, Dilma Rousseff, indignou a escritora Ruth Rocha –premiada autora de livros infantis e infanto-juvenis- e a levou a escrever uma carta à candidata, em que considera a publicação de seu nome na lista “um desaforo”. O assunto foi um dos mais comentados no Twitter no Brasil nesta quarta-feira (27).

A escritora Ruth Rocha, autora de “Marcelo, Marmelo, Martelo” e “Uma História de Rabos Presos”

Na carta, Ruth faz a seu modo uma breve análise sobre a democracia, o PT e os presidentes do Brasil na era da redemocratização. Ela conclui: “Risque meu nome de seu caderno. Meu voto não vai para Dilma.” A repercussão do assunto levou a um convite para uma gravação para o programa de José Serra (PSDB) no horário eleitoral que deve ir ao ar nesta quinta-feira (28).

“Esse tipo de descuido revela duas coisas: falta de educação e a porção autoritária cada vez mais visível no PT”, escreveu ela no documento, intitulado “Carta à candidata Dilma”. Formada em sociologia e política pela USP (Universidade de São Paulo), Ruth é autora de, entre muitos outros, “Marcelo, Marmelo, Martelo”, livro infantil que já vendeu mais de 1 milhão de cópias (conheça a bibliografia completa).

Disseminada online por e-mail e redes sociais e publicada em vários sites que propagam a candidatura da petista, a lista de personalidades que aparece sob o título “Manifesto de artistas e intelectuais Pró-Dilma” inclui o nome de Ruth Rocha entre mais de cem pessoas. “Todo mundo sabe que sou tucana. Eu habito o topo do muro e olho sempre para os dois lados antes de qualquer decisão”, disse Ruth, que afirma ter votado em José Serra no primeiro turno.

Nem o PT nem a campanha de Dilma entraram em contato com a escritora depois da carta. Segundo a secretária nacional de cultura do PT, Morgana Eneille, o manifesto está sendo organizado pelo sociólogo Emir Sader. “Não foi uma iniciativa da campanha [de Dilma]”, afirmou a dirigente petista. A reportagem tentou contato com Sader, sem sucesso. O escritor Eric Nepomucemo, outro dos nomes que integra a lista e que ajudou a organizá-la, declarou que Sader estava viajando e explicou que a inclusão de Ruth na lista foi “um tremendo e lamentável equívoco” (leia mais abaixo o esclarecimento dele sobre o episódio).

Frase de Ruth Rocha na carta a Dilma Rousseff
“Risque meu nome de seu caderno. Meu voto não vai para Dilma”

Em entrevista ao UOL, Ruth Rocha disse que estava em casa no fim de semana quando passou a receber telefonemas de amigos e parentes comentando a aparição de seu nome na lista pró-Dilma. “Começaram a me telefonar perguntando sobre isso. Minha prima telefonou, depois minha irmã. Mais tarde, eu mesma vi, na internet, uma lista com o meu nome. Fiquei irritada, fiquei muito brava com isso. Eu não queria ficar com essa pecha. Eu ficava perguntando: quem foi que tomou essa atitude? Eu não a apóio e resolvi tomar uma providência. Meu irmão (o jornalista Alexandre Machado) deu a ideia, me aconselhou a fazer essa carta.”

Ruth, 79, que é formada em sociologia política, diz ser “PSDB desde criancinha” (“Fui MDB e PMDB antes de aderir ao PSDB” –lembra). “E não era uma coisa de família. Meu pai foi petista. Eu mesma já votei em Lula contra o Collor (na eleição presidencial de 1989) e também já votei em Erundina (Luiza Erundina, eleita prefeita de São Paulo pelo PT em 1988, hoje no PSB).”

“Essa oposição minha radical ao PT vem do mensalão (escândalo que emergiu em 2005, no primeiro mandato de Luiz Inácio Lula da Silva). Depois dessas aventuras de quem quer regular a imprensa, controlar os passos da mídia, o aparelhamento escandaloso do Estado… Há muito setores no governo funcionando mal por isso: tem sindicalista ocupando cargo de técnico. O PT foi se desviando da democracia. Isso me irrita profundamente. Admiro muito o Lula, por ele galgar as posições que galgou. Sempre o defendi muito quando falavam que ele era ignorante, que não tinha formação… Mas nunca mais voto no PT”, declarou a escritora “Não precisavam botar meu nome nessa lista. Não sou nome para arrastar votos. Acontece que isso me irritou”.

Leia mais no link abaixo.

Tucana, Ruth Rocha se diz “indignada” ao ver seu nome em lista pró-Dilma; Eric Nepomuceno se desculpa por “equívoco” – 27/10/2010 – UOL Eleições 2010 – Notícias – Geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *