Tanques cercam e atacam duas cidades na Síria, dizem testemunhas.

Home » News » Internacional » Tanques cercam e atacam duas cidades na Síria, dizem testemunhas.

By nesqueci on 29 de Maio de 2011. No Comments

Soldados e tanques do governo cercaram e atacaram as cidades de Rastan e Talbisa, localizadas ao norte da capital da Síria, Damasco, de acordo com relatos de testemunhas.

O correspondente da BBC em Beirute (Líbano) Jim Muir afirma que tiros e explosões teriam sido ouvidos nas duas localidades, enquanto casas foram invadidas e pessoas acabaram detidas.

As informações não podem ser confirmadas de forma independente, já que jornalistas estrangeiros não têm entrada permitida na Síria.

Um relato não confirmado afirma que pelo menos duas pessoas foram mortas a tiros por militares nos arredores de Rastan. Outras testemunhas dizem que diversos tanques e helicópteros estão sendo usados pelas forças armadas na localidade.

Rastan e Talbisa, localizadas no centro do país, foram palco de protestos contra o governo do presidente sírio, Bashar Al-Assad, que está no poder há 11 anos.

As manifestações contra o governo, que começaram em março, tiveram violenta repressão por parte das forças de segurança.

Grupos de defesa dos direitos humanos dizem que pelo menos 1,1 mil civis morreram desde o início dos protestos, inspirados em levantes similares que derrubaram os governos de Egito e Tunísia. Milhares de pessoas foram detidas.

A atual onda de protestos é considerada o maior desafio ao regime de Assad desde que ele sucedeu seu pai, Hafez Al-Assad, em 2000.

Muir afirma que, de acordo com fontes da oposição, diversas cidades do país continuam sendo palco de manifestações e vigílias pedindo reformas democráticas e a saída de Assad do poder, apesar da forte retaliação oficial.

Os oposicionistas dizem ainda que as forças de segurança continuam perseguindo e detendo ativistas em todo o território sírio.

Fonte:BBC BRasil


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *