Quando a necessidade aperta a vergonha afrouxa: “Dilma vai a Aparecida pela 1ª vez e diz que sua fé não pode ser julgada”

Home » News » Eleição » Quando a necessidade aperta a vergonha afrouxa: “Dilma vai a Aparecida pela 1ª vez e diz que sua fé não pode ser julgada”

By nesqueci on 11 de outubro de 2010. No Comments

Antes de ler a reportagem do uol abaixo. Saibam que me ofendo com esse comportamento oportunista  mesmo não sendo o maior dos católicos.

Depois do duro debate realizado na noite de domingo (10), no qual saiu da defensiva e criticou o rival José Serra (PSDB), a candidata do PT à Presidência, Dilma Rousseff, fez sua primeira visita ao Santuário Nacional de Aparecida, no interior paulista. Ali, ajoelhou para rezar, entoou alguns cânticos, mas não participou da comunhão da hóstia, símbolo da fé católica.

Acompanhada de aliados católicos, como o deputado eleito Gabriel Chalita (PSB), a presidenciável afirmou em entrevista a jornalistas que não participou do ritual porque prefere ”essa manifestação mais recata” de fé. ”A minha religião diz respeito à minha convicção, à imagem de Deus dentro de mim”, afirmou.

“Os caminhos que sua vida toma têm atalhos, têm desvios”, disse. Sem especificar motivo, a petista afirmou ter vivido um processo que a fez voltar-se a assuntos religiosos. “Retomei coisas que já estavam dentro de mim”. “Não autorizo, não legitimo ninguém a julgar a minha crença”, disse a petista.

Antes da votação de 3 de outubro, a campanha do PT esperava uma vitória já no primeiro turno. Críticas à posição de Dilma na questão do aborto ajudaram a levar a disputa a uma segunda votação. Em seu programa no horário eleitoral obrigatório, a candidata tem repetido expressões de cunho religioso.

Em Aparecida, ela lembrou ter estudado em um colégio de freiras em Belo Horizonte, cidade onde nasceu.

Na missa

Durante a celebração da missa na véspera do dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil, Dilma não repetiu a maioria das exaltações e cânticos. Ao seu lado, Chalita conversava sobre o que acontecia. O evento contou com 14 mil fiéis.

Vários fiéis prestaram atenção aos movimentos da candidata, que tinha visita prevista ao Santuário para terça-feira e que foi antecipada para esta segunda-feira. Em sua passagem, a petista visitou também a imagem de Nossa Senhora —um dos principais pontos de chegada para romeiros de todo o país. Ali, foi abraçada por eleitores e também ouviu algumas vaias.

Dilma disse ainda que tem “devoção especial” por Nossa Senhora Aparecida “por conta de circunstâncias recentes na minha vida”. Em 2009, a petista informou que portava um linfoma, espécie de câncer, do qual curou-se neste ano, segundo os médicos.

Dilma vai a Aparecida pela 1ª vez e diz que sua fé não pode ser julgada – 11/10/2010 – UOL Eleições 2010 – Notícias – Geral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *