PMs reencontram menino que pediu socorro logo após ataque à escola

Home » Atualidades » Cotidiano » PMs reencontram menino que pediu socorro logo após ataque à escola

By nesqueci on 9 de Abril de 2011. No Comments

Sargento e cabo visitaram Alan, de 12 anos, no hospital da Polícia Militar.
Mesmo ferida, criança conseguiu escapar do colégio para pedir ajuda.

O sargento Márcio Alves e o cabo Ednei Feliciano, do Batalhão de Polícia Rodoviária do Rio, estiveram no fim da tarde desta sexta (8) no Hospital da Polícia Militar para fazer uma visita especial a Alan, de 12 anos. Foi o menino quem avisou os PMs de que havia um atirador na Escola Municipal Tasso de Oliveira, em Realengo, na Zona Oeste do Rio. Ele está internado no hospital após ser baleado na cabeça, no ombro e na mão, mas agora passa bem. O encontro foi marcado pela emoção.

“Tá todo mundo falando que eu sou um herói, mas você é tão herói quanto nós, hein. Se não fosse você nós não chegaríamos lá. Como é que nós íamos saber o que estaria acontecendo se não fosse você?”, disse o sargento Alves ao garoto.

“Você que é um herói…”, retribuiu o menino, no quarto do hospital, ao lado da mãe.
“Mas você foi a pessoa que chegou lá para falar com a gente”, retrucou o sargento.

Mãe orgulhosa
A mãe do menino assistia a conversa orgulhosa. “Além de ser um bom aluno, excelente filho, é um ótimo garoto. Ajudou a salvar a vida dos colegas todos”, disse a mãe de Alan, orgulhosa, enquanto torce pela recuperação do filho.

Desde a manhã de quinta-feira (8), quando conseguiram evitar uma tragédia ainda maior na escola de Realengo, não houve muito tempo pra descansar. As imagens da tragédia iam e vinham na cabeça. “Quando fecha os olhos vem aquela lembrança das crianças, aquela situação toda, aquele cenário”, disse o cabo Ednei Feliciano.

Mas o carinho dos filhos, ao voltar para casa, foi essencial. “Eu abracei o filho, dei um beijo nele. Ele acordou, aí olhou pra mim e falou que estava orgulhoso”, contou o sargento Alves, sem esconder o sorriso de satisfação pelo dever cumprido.

Reconhecimento
No batalhão, o veterano sargento Alves recebeu o elogio de um de seus primeiros comandantes .

“Como cidadão, eu não tenho dúvida que esse policial é um herói pra mim. Como policial militar, ele cumpriu muito bem o seu papel. É pra isso que a gente tá preparado e a gente se sente muito orgulhoso de ter um policial desses nas fileiras da corporação”, afirmou o comandante do 14º BPM (Realengo), Djalma Beltrami.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *