Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar

Folha.com – Poder – Candidato ao governo em RR é condenado a pagar R$ 3,3 milhões por desvios – 27/09/2010

5:04 Filed under: Escândalos | Author Name

 

Neudo Campos

 

A Justiça Federal em Roraima condenou o candidato ao governo do Estado Neudo Campos (PP) a pagar R$ 3,3 milhões por ter desviado dinheiro dos cofres públicos. Cabe recurso.

A sentença é resultado de uma ação instaurada pelo Ministério Público após as investigações da Operação Gafanhoto da Polícia Federal, que apontaram o desvio de R$ 1,1 milhão em falsas folhas de pagamento quando Campos foi governador do Estado pelo PTB (1995-2002). Além de devolver o dinheiro, ele terá que pagar multa de R$ 2,2 milhões.

O processo não faz parte das ações às quais Neudo Campos respondia no STF (Supremo Tribunal Federal) e que voltaram à primeira instância após ele renunciar ao cargo de deputado federal neste ano e perder o foro privilegiado.

De acordo com o diretor da Secretaria da 1ª Vara da Justiça Federal em Roraima, Flávio Dias, as ações que estavam no STF estão caminhando para a parte final, com a oitiva de testemunhas.

DIREITOS POLÍTICOS

O juiz Hélder Girão Barreto também condenou Neudo Campos à suspensão dos direitos políticos por oito anos, perda de cargo ou função pública que esteja exercendo e à não contratação com o poder público por um prazo de cinco anos.

Como empresário, Campos não poderá participar de licitações com o Estado durante este período.

Na prática, ele continua na campanha pelo governo do Estado porque pode recorrer da decisão.

De acordo com a última pesquisa Ibope, feita entre os dias 28 e 30 de agosto, Campos tinha 38% das intenções de votos enquanto José de Anchieta (PSDB) tinha 46%.

DEFESA

Em nota, a assessoria de imprensa do candidato informou que “causa estranhamento” a divulgação da condenação do juiz Hélder Girão Barreto a uma semana das eleições, já que ela foi proferida em 8 de setembro e não chegou ao conhecimento dos advogados do candidato.

O texto diz ainda que “mesmo proferida a condenação, isso não o torna inelegível” porque “é garantido ao candidato Neudo Ribeiro Campos a apresentação de recurso para julgamento em instância superior”.

A nota diz ainda que o candidato confia na Justiça e na vontade soberana do povo e que, uma vez eleito, governará com o apoio dos eleitores.

Use Facebook to Comment on this Post

Shortlink:

Compartilhe

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

Google Plus site stats
Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar