Novo balanço do TSE: prisões chegam a 77; urnas substituídas já somam 1.195

Home » News » Eleição » Novo balanço do TSE: prisões chegam a 77; urnas substituídas já somam 1.195

By nesqueci on 31 de outubro de 2010. No Comments

De acordo com o segundo levantamento do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) neste domingo de eleição, 77 pessoas foram presas em todo o País até 13h25 por crimes eleitorais como boca de urna e propaganda irregular. Nenhum candidato foi preso. Com relação às urnas, 1.195 já foram substituídas.

Ao todo, de acordo com ao Tribunais Regionais Eleitorais, 149 ocorrências foram registradas. Pará e Bahia lideram a lista.

As ocorrências com prisão no segundo levantamento do TSE aponta queda em relação ao primeiro turno, quando foram registradas 368 ocorrências no segundo boletim do dia.

“Talvez isso se explique porque temos menos cargos eleitorais. Só um voto para presidente e, em oito estados e no Distrito Federal, para governadores. Talvez a paixão toda do primeiro turno tenha contribuído [para o maior número de prisões]”, disse o ministro do TSE, Arnaldo Versiani.

Quanto à substituição das urnas, em números absolutos, o Rio de Janeiro foi o Estado em que houve a maior quantidade de troca: 168 ao todo. Em porcentagem, quem mais substituiu foi o Acre, com 1,16%.

O TSE destacou ainda problemas decorrentes de queda de energia devido ao mau tempo em cidades do Rio Grande do Sul e o assalto a um colégio eleitoral em Goiana, em Pernambuco.

Com relação a incidentes com mesários, em Santa Catarina, um mesário foi preso depois de se negar a trabalhar em sua seção eleitoral e outra mesária foi presa por desacatar um funcionário da Justiça. Em Goiás, uma mesária foi presa por trabalhar embriagada.

Para o ministro Henrique Neve, todas as ocorrências são “casos mínimos”, considerando o total de 2,1 milhões de mesários que trabalham no pleito.

“São casos mínimos dentro de um universo de dois milhões e 100 mil pessoas trabalhando em prol da democracia brasileira”, ressaltou.

Fonte: UOL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *