“Não acredito em suicídio, ela jamais teria feito isso”, diz pai de modelo brasileira.

Home » Atualidades » “Não acredito em suicídio, ela jamais teria feito isso”, diz pai de modelo brasileira.

By nesqueci on 13 de abril de 2011. No Comments

Girley Viturino da Silva conta ao site de VEJA que a filha foi agredida pelo namorado em festa.

Girley Viturino da Silva, pai da modelo Jeniffer Corneau Viturino, encontrada morta na sexta-feira passada, afirmou nesta quarta ao site de VEJA, que não acredita que a filha tenha se suicidado. “Eu não acredito. Como pai não acredito. Jamais ela faria isso”, afirmou Girley no velório da igreja do Campo Grande, no centro de Lisboa, onde o corpo da filha está sendo velado.

“Uma garota que cresceu num lar evangélico, que nunca fumou, nunca bebeu, nunca teve vício nenhum.. Não tem condições isso”, ressaltou. Na mesma ocasião, o pai da modelo reafirmou que pelo que sabia tudo estava bem no relacionamento entre Jeniffer e Miguel Alves da Silva, o empresário que tinha terminado a relação com a modelo na noite em que ela morreu, caindo do 15º andar. “O Miguel falou uma vez comigo. Era muito gentil, amável. Ele pediu a mão da minha filha em namoro.” No entanto, o pai de Jeniffer recorda que o empresário, certa vez, bateu em sua filha numa festa. Desde o incidente, na sexta-feira passada, ninguém da família conseguiu falar com o empresário. “Esse é o pior pesadelo”, disse o pai, chorando. Ele preferiu não fazer nenhum tipo de acusação conta o empresário. “O fato que mais me intrigou foi ter ocorrido às 7 horas e ele só ter ligado ao meio do dia”, observou Girley.

Aniversário – Jeniffer nasceu no dia 13 de maio, dia de Nossa Senhora de Fátima. “A carreira dela foi toda planejada desde criança”, contou o pai, que conversou com a modelo pela última vez no dia 11 de janeiro. Jeniffer avisou o pai de que tinha convites para trabalhar na Alemanha, na Itália e na França. “Ela faria 18 anos exatamente em um mês”, lembrou.

Pouco depois de Girley ter conversado com o site de VEJA, pondo em xeque a versão de suicídio, chegou ao local o irmão de Jeniffer, Johnattan Vitturino. Rodeado de amigos, o jovem de 19 anos não quis dar declarações. Também as amigas mais próximas, visivelmente impressionadas, preferiram não falar. O corpo de Jeniffer fica no velório do Campo Grande até amanhã, quinta-feira. O enterro será Cemitério do Lumiar.

Fonte: Site Veja Grupo abril

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *