|

Morre Marcos Paulo. Ator e diretor



Marcos Paulo

Ator e diretor na Rede Globo

São Paulo, SP

Marcos Paulo:Morte de ator e diretor

O ator e diretor Marcos Paulo, um dos principais nomes da teledramaturgia brasileira, morreu neste domingo (11), aos 61 anos, no Rio de Janeiro. De acordo com comunicado divulgado pela TV Globo, ele sofreu uma embolia pulmonar e morreu em casa, por volta das 21h. O velório, seguido de cremação, ocorre nesta segunda-feira (12), a partir das 11h, no Memorial do Carmo, no Rio de Janeiro.

“Meus amores, acabou. Dessa vez a noticia não é boa. Depois de tudo que passamos, Deus quis assim. Que Deus me dê toda força e sabedoria”, disse Antônia Fontenelle, mulher do ator, no Twitter.

No mês de maio de 2011, durante um exame de rotina, Marcos foi diagnosticado com um câncer de esôfago, que o levou a vários meses de tratamento no Hospital São José da Beneficência Portuguesa, em São Paulo. Em agosto, passou por cirurgia para a retirada do tumor e, após pouco mais de uma semana internado na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do local, foi anunciada sua boa recuperação.

No fim do mês passado, Paulo realizou uma série de exames que apontaram uma saúde perfeita e o câncer em total remissão, informou a assessoria de imprensa do Hospital São José, dia 31 de outubro. De acordo com o oncologista Fernando Maluf, Paulo só precisaria, a partir de então realizar novos exames em 2013.

O Fantástico desta semana confirmou que o ator estava vivendo sua rotina normal. Na manhã deste domingo, segundo o telejornal, ele desembarcou no Rio de Janeiro, após uma semana de trabalhos em Manaus (AM), onde fez sua última aparição pública no 9º Amazonas Film Festival, sexta-feira (9). Por volta das 21h, passou mal e, no momento em que ia ao hospital, não resistiu e morreu.

Carreira

Filho adotivo do ator, diretor, produtor e autor de TV Vicente Sesso, Marcos Paulo Simões nasceu em São Paulo no dia 1º de março de 1951 e foi criado no bairro do Bixiga, em São Paulo.

Ele iniciou sua carreira artística fazendo teatro infantil aos 5 anos e cresceu em contato tanto com profissionais do teatro, como os atores Fernanda Montenegro, Francisco Cuoco e Sérgio Britto.

Em 1967 estreou em uma telenovela com “O Morro dos Ventos Uivantes”, que foi transmitida pela TV Excelsior, de São Paulo. Nos próximos anos ele trabalhou em folhetins da TV Record e da TV Bandeirantes, como “Ana, a Professorinha” e “Era Preciso Voltar”.

Em 1970 iniciou sua carreira na TV Globo com “Pigmalião 70”, quando trabalhou ao lado de Sérgio Cardoso e Tônia Carrero. Na novela “O Primeiro Amor”, de Walther Negrão, Marcos Paulo,que costumava interpretar galãs, estreou como vilão, interpretando o líder de uma gangue de motociclistas.

Dois anos depois ele fez parte da história da televisão nacional com “Meu Primeiro Baile”, primeiro programa gravado em cores da TV brasileira. Em 1975 ele foi escalado para trabalhar na primeira versão de uma novela que marcaria sua trajetória mais tarde, “Roque Santeiro”, mas a novela foi censurada.

No teatro, atuou em “Quando as Máquinas Param” (1971), de Plínio Marcos, e “Deus lhe Pague”, de Joracy Camargo. No final dos anos 1970, montou a peça “As Gralhas”, de Bráulio Pedroso – pela qual recebeu o prêmio Mambembe como diretor-revelação –, e “Sinal de Vida”, de Lauro César Muniz.

Em 1972 estreou no cinema em “Eu Transo… Ela Transa”, de Pedro Camargo. Trabalhou nos filmes “Mais que a Terra” (1990), de Elizeu Ewald, Apolônio Brasil (2003), de Hugo Carvana, “Diário de um Novo Mundo” (2005), de Paulo Nascimento, e “Se Eu Fosse Você 2” (2009), de Daniel Filho e dirigiu“Assalto ao Banco Central” (2010).

Ele estreou como diretor em 1978, com “Dancin’ Days”, de Gilberto Braga, junto de Dennis Carvalho e José Carlos Pieri. Entre as novelas que dirigiu estão “Brilhante” (1981), “Roque Santeiro” (1985), “Fera Ferida” (1993), “A Indomada” (1997), “Salsa e Merengue” (1996), “Meu Bem Querer” (1998), “Força de um Desejo” (1999), “Porto dos Milagres” (2001) “O Beijo do Vampiro” (2002). Marcos Paulo assumiu um dos núcleos de direção de programas da TV Globo em 1998.

Vida Pessoa

Marcos Paulos foi casado quatro vezes. Sua primeira mulher foi a jornalista Márcia Mendes. Depois, casou-se com outra jornalista, Belisa Ribeiro. De 1982 a 1984, manteve um relacionamento com Renata Sorrah, com quem teve uma filha, Mariana.
O diretor também foi casado com Flávia Alessandra, de 1997 a 2002. Juntos, são pais de Giulia. Sua filha mais velha é Vanessa, fruto de um relacionamento com a modelo italiana Tina Serina. Atualmente, era casado com a atriz Antônia Fontenelle.

Fontes:Terra , UOL

Short URL: http://naoesqueci.com.br/?p=15092

Posted by on nov 12 2012. Filed under TV. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

facebook comments:

Deixe sua resposta(Os comentários não refletem a opinião do site, o que postar será de sua inteira responsabilidade.)

120x600 ad code [Inner pages]
300x250 ad code [Inner pages]