Matando mais que gripe suína – Secretaria de Saúde registra 35 mortes por dengue no RJ.

Home » News » Matando mais que gripe suína – Secretaria de Saúde registra 35 mortes por dengue no RJ.

By nesqueci on 13 de abril de 2011. No Comments

Número de casos suspeitos chega a 45.489 nesta quarta-feira (13).
Mortes foram notificadas em 14 cidades.
Do G1 RJ

imprimir O número de mortes causadas por dengue no estado do Rio de Janeiro chegou a 35 nesta quarta-feira (13), segundo balanço da Secretaria estadual de Saúde. A capital é o município que registrou maior número de vítimas fatais: 11.

Segundo a secretaria, os outros municípios que tiveram registro de mortes foram Nova Iguaçu (3), Duque de Caxias (3), Magé (2), Cabo Frio (1), São Gonçalo (5), Maricá (1), Mesquita (1), São João do Meriti (3) e São José do Vale do Rio Preto (1), Bom Jesus de Itabapoana (1), Itaocara (1), Itaperuna (1), Rio das Ostras (1).

De 2 de janeiro a 9 de abril foram notificados 45.489 casos suspeitos de dengue.

Os municípios com as maiores taxas de incidência de casos são: Bom Jesus de Itabapoana (3.863,3 casos/ 100 mil habitantes), Cantagalo (2.617,8 casos/100 mil habitantes); Santo Antonio de Pádua (1.890,6 casos/100 mil habitantes), Silva Jardim (1.530,9 casos/100 mil habitantes), Cordeiro (1.445,9 casos/100 mil habitantes), Macuco (986,9 casos/100 mil habitantes), Mangaratiba (941,9 casos/100 mil habitantes), Guapimirim (839 casos/100 mil habitantes), Cabo Frio (828,6 casos/100 mil habitantes), Iguaba Grande (809,3 casos/100 mil habitantes), Vassouras (757,9 casos/100 mil habitantes), Seropédica (700,9), Angra dos Reis (680,6), Mesquita (671,6 casos/100 mil habitantes) e Magé (653,5 casos/100 mil habitantes).

A Subsecretaria de Vigilância em Saúde ressalta que foi observada uma redução no número de notificações nos seguintes municípios: Bom Jesus de Itabapoana, Cantagalo, Seropédica e Magé. Além destes quatro, outros 10 municípios também apresentam redução na quantidade de notificações.

Na capital, nos três primeiros meses do ano, o número de casos já é maior do que o total dos anos de 2010 e 2009 somados. A prefeitura afirmou, através de nota, que há tendência de redução de notificações da doença e que, por isso, “não está mais configurada nenhuma região com característica de alertas para surto da doença”.
Dengue tipo 4
No dia 23 de março, a Secretaria Estadual de Saúde do Rio os dois primeiros casos de dengue tipo 4 no estado. Segundo o secretário Sérgio Côrtes, a confirmação foi dada pela Fiocruz.

As infectadas, conforme informações da secretaria, são as irmãs e estudantes universitárias Caroline, de 22 anos, e Bárbara, de 21, que estão em casa e passam bem. Uma delas precisou ser internada, com fortes dores abdominais.

Centro de hidratação
Para enfrentar a doença, a Prefeitura do Rio criou 13 novos centros de hidratação para combater o avanço da dengue na capital fluminense. Com mais de 10 mil casos registrados, a cidade tem nos locais, que funcionam dentro de postos de saúde, estrutura para aplicação de soro e realização de exames de plaquetas nos pacientes. Os postos funcionam todos os dias, das 8h às 20h, inclusive em feriados e fins de semana.

Fonte:G1 RJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *