Jornais contra PSDB são entregues em evento com ministra – Voto Consciente – Gazeta do Povo

Home » News » Eleição » Jornais contra PSDB são entregues em evento com ministra – Voto Consciente – Gazeta do Povo

By nesqueci on 27 de outubro de 2010. No Comments

Jornais contra o presidenciável José Serra (PSDB) e a favor de Dilma Rousseff (PT) foram entregues ontem durante a cerimônia que contava com a participação da ministra do Desenvolvimento Social, Márcia Lopes, em Curitiba. A ministra anunciou durante o encontro, no Centro de Convenções de Curitiba, R$ 7 milhões em investimentos para a agricultura familiar no Paraná, ao lado do governador Orlando Pessuti (PMDB) e lideranças do PT. Na entrada do Centro de Convenções, jornais contra Serra ficaram disponíveis aos participantes. Na plateia estavam integrantes do Movimento dos Sem Terra (MST), da Via Campesina e de cooperativas rurais.

Durante a tarde, um veículo com adesivos de Dilma trouxe os jornais com a propaganda a favor da petista. Os jornais continham trechos como “Serra governa só para os ricos”, “Precisamos eleger Dilma”, “PSDB quer privatizar o pré-sal, dizem especialistas” e “Tucano cria inimizade com governos vizinhos”.

Questionado pela reportagem sobre os jornais, o governador Pessuti falou desconhecer a entrega. Após a reportagem mostrar impressos, o governador falou que aquilo “não estava certo” e que iria pedir para retirar o material. Os jornais foram levados para fora do Centro de Convenções.

Informada sobre a presença de jornais pró-Dilma, a ministra Márcia Lopes disse não ter visto excessos. Ela afirmou que foi convidada para o evento e que cumpria agenda institucional de trabalho. Segundo a assessoria de impren­­sa do Ministério do Desenvolvimento Social, o evento foi promovido pelo MST, pela Via Campesina e pela Federação dos Trabalhadores da Agricultura.

As informações sobre os realizadores do evento são desencontradas. Segundo a Secretaria de Estado do Trabalho, o Encontro Estadual de Soberania Alimentar foi organizado por meio da parceria entre ministério, a secretaria e a Companhia Nacional de Abas­­­­tecimento (Conab). O superintendente da Conab no Paraná, Lafaete Jacomel, disse que o encontro foi organizado pelo ministério.

Análise

Na análise do advogado Everson Tobaruela, ex-presidente da comissão de Direito Político e Eleitoral da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo, há indícios de abuso de poder econômico e de poder político e propaganda eleitoral, a serem apurados. Ele explica que há irregularidade devido ao fato de o espaço ser público.

O advogado e professor de Direito da UFPR Manoel Caetano Ferreira Filho, que foi juiz do Tribunal Regional Eleitoral, avaliou que não foi feita campanha para a candidata Dilma Rousseff. “Existiria irregularidade se fosse organizado evento e ficasse claro o objetivo de fazer campanha para o candidato. Me parece que isso não aconteceu.”

Jornais contra PSDB são entregues em evento com ministra – Voto Consciente – Gazeta do Povo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *