Hormônio feminino pode ser a chave para contraceptivo masculino

Home » Atualidades » Hormônio feminino pode ser a chave para contraceptivo masculino

By on 19 de março de 2011. No Comments

A revista Nature publicou o resultado de duas pesquisas que podem ajudar a produção de um contraceptivo masculino.

Os resultados demonstram como um hormônio liberado pelo óvulo, a progesterona, influencia na mobilidade da célula masculina. O espermatozoide possui um canal de íons, chamado de CatSper, que regula seu preenchimento com cálcio, responsável pela sua mobilidade. Assim que o espermatozoide detecta a progesterona, através do CatSper, o seu flagelo começa a se movimentar. Nos estudos divulgados pela revista os espermatozoides se moviam em direção aos lugares com maior concentração de progesterona, num caso real esse lugar seria as Trompas de Falópio, onde o óvulo deve estar.

“Esse é um passo significante em direção de como entendemos a forma como o espermatozoide funciona,” disse  Steven Publicover, um especialista em reprodução da Universidade de Birmingham, no Reino Unido. Além dessa constatação, não se sabe realmente como todo o mecanismo de funcionamento da fecundação funciona, mas já é um passo importante.

Problemas com a sensibilidade da progesterona pelas células masculinas podem ser fator em alguns casos de infertilidade, de acordo com Benjamin Kaupp, pesquisador do Centro de Estudos e Pesquisa Avançados Europeus em Bonn, Alemanha.

Desse modo, é possível direcionar pesquisas à produção de contraceptivos masculinos, o que seria um grande avanço.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *