Hebe: condenada a pagar R$ 223 mil na véspera da morte

Home » News » Hebe: condenada a pagar R$ 223 mil na véspera da morte

By nesqueci on 3 de outubro de 2012. No Comments

Publicada na última sexta-feira (28), a condenação de Hebe Camargo determinou o pagamento de 300 salários mínimos (R$ 186.600 mil) de indenização por danos morais à mulher do cantor Chitãozinho, parceiro de Xororó, Márcia Alves. A condenação inclui o pagamento de R$ 37.320 mil para cobrir as despesas processuais e os honorários do advogado de Márcia Alves. A condenação supera os R$ 223 mil.


O falecimento da apresentadora, no sábado (29), porém, deverá suspender o processo até que seu espólio seja integrado à ação. Caso a decisão seja mantida ainda cabe recurso e o valor da condenação deverá ser abatido da herança. O sobrinho de Hebe, Cláudio Pessuti, não comentou a decisão porque disse desconhecer o processo.

O que motivou a condenação foram comentários feitos por Hebe em seu programa, no fim de 2000, sobre a separação do cantor Chitãozinho com a sua então mulher Adenair, com quem foi casado por 18 anos, para namorar com Márcia Alves, dançarina do Grupo Banana Split. A apresentadora recebeu Adenair e atacou os homens que largam a família e os filhos porque pensam que estão apaixonados por uma Capitu, referindo-se à prostituta da novela Laços de Família, da Rede Globo.

Também participaram do programa o casal de filhos de Adenair com Chitaozinho, e Hebe perguntou a opinião das crianças sobre a nova namorada do pai. Com generosidade infantil e sem o rancor da mulher traída, um deles respondeu: “Nada contra a moça. Só quero que meu pai seja feliz.”

Márcia Alves e Chitãozinho estão junto até hoje e têm um filho, Enrico, nascido em 2002.

Fonte:JB

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *