Em Gravatá, no Agreste de Pernambuco – Sargento do Corpo de Bombeiros salva vida de bebê por telefone.

Home » Atualidades » Em Gravatá, no Agreste de Pernambuco – Sargento do Corpo de Bombeiros salva vida de bebê por telefone.

By nesqueci on 27 de Abril de 2011. No Comments

Um bebê chamado de Henrique, com menos de 30 dias de nascido, foi salvo com uma ligação telefônica de cinco minutos. A criança sofreu um engasgo enquanto estava sendo amamentada, o que levou seus familiares a telefonarem para o número 193, do Centro Integrado de Operações de Defesa Social (Ciods), que funciona no Recife, para pedir ajuda. A vida do menino foi salva pelo atendimento do segundo sargento Everaldo Francisco de Sales, do Corpo de Bombeiros, por volta das 18h da última segunda-feira (25). A gravação do salvamento foi divulgada na noite desta quarta (27).

O sargento conseguiu repassar por telefone as instruções, aprendidas durante seu treinamento, que levaram ao salvamento da criança. “Disse para eles deitarem o bebê de bruços no braço esquerdo. Depois, que fizessem uma leve pressão nas costas do menino com os três dedos da mão direita. Eles fizeram e a criança tornou”, contou. A criança reagiu com gritos e choro, levando os familiares e presentes à grande emoção. O bebê Henrique mora no Sítio Casa Nova, zona rural do município de Gravatá, no Agreste de Pernambuco.

Em 29 anos de atuação do Corpo dos Bombeiros, sendo cinco no Ciods, o sargento Everaldo disse ter atendidos outras ligações de pessoas precisando de ajuda com bebês engasgados. “Mas dessa gravidade foi a primeira vez”, conta.

Sobre o salvamento, o sargento, que é pai de seis filhos, disse ter ficado muito emocionado. “Foi emocionante. Até tentei ligar para conversar com os familiares do bebê, saber como ele está, mas não consegui”.

Prevenção – Em novembro do ano passado, o Diario de Pernambuco publicou dicas de como evitar acidentes domésticos, que são a principal causa de morte entre crianças de um a 14 anos de idade no Brasil. Confira como proteger seu filho em casa.

Ouça a Ligação abaixo.

Fonte:Diario de Pernambuco


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *