Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar

Em Curitiba (PR) – Prefeitura obriga construtora a hospedar operários em hotel até reforma dos alojamentos

19:29 Arquivado em: News | Author Name

Depois da denúncia feita pela Banda B de que operários que trabalham na Linha Verde estavam morando em condições sub-humanas, no alojamento providenciado pela Construtora Empo, responsável pela obra, a Prefeitura de Curitiba, por meio da Secretaria Municipal de Obras Públicas, obrigou a empresa a hospedar os trabalhadores em hotel, até a reforma completa dos alojamentos.

Neste final de semana os operários serão alojados no Hotel Fórmula 1, localizado no centro de Curitiba. De segunda-feira em diante irão ficar em uma pousada, no município de Quatro Barras, região Metropolitana de Curitiba, até a readequação dos alojamentos da construtora.

Saiba mais sobre o caso

Cerca de 30 funcionários da construtora Empo procuraram a reportagem da Banda B na noite desta quinta-feira (19), para reclamar das condições de moradia fornecidas pela empresa. Segundo a denúncia, eles chegaram a mais de 20 dias do interior do Paraná para trabalhar nas obras da Linha Verde e, desde então, moram num barracão improvisado, localizado no bairro Tarumã em Curitiba.

O local abriga cerca de 30 funcionários, dividindo apenas dois cômodos e usando um banheiro. As condições de limpeza e higiene são precárias. Os operários dormem em beliches, bastante apertados. A situação chegou ao limite, segundo alguns dos trabalhadores.

Ainda de acordo com os operários, a empresa deixou a cargo dos mesmos a limpeza do local, esquecendo que eles chegam esgotados depois de um dia duro de trabalho na obra da Linha Verde e ainda teriam que cuidar de toda a higiene do espaço. Outra reclamação é sobre a inexistência de um local apropriado onde os operários possam lavar as suas roupas. Segundo os mesmos, ao questionarem sobre este fato, receberam a resposta de que “lavassem a roupa em casa”. O fato é que a maioria reside a mais de 400 km de Curitiba.

Fonte:Banda B AM


Link encurtado:

facebook comments:

Deixe uma resposta

Google Plus site stats
Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar