Em Curitiba (PR) – Entra na contramão para levar filha ao hospital e mata duas pessoas

Home » News » Em Curitiba (PR) – Entra na contramão para levar filha ao hospital e mata duas pessoas

By nesqueci on 17 de maio de 2011. No Comments

Um casal morreu em um trágico acidente, por volta das 21h40 da noite desta segunda-feira (16), na BR 476, na pista sentido ao trevo do Atuba, em frente ao Hospital Vita, no Bairro Alto, em Curitiba. Segundo testemunhas, o veiculo Meriva, placas AOO 7355, de Curitiba, conduzido por Enéas Bueno de Carvalho (29), fez um retorno em local proibido e ao entrar na contramão, em plena BR-476, atingiu em cheio a moto Honda Twister, placa AQE-4564, de Colombo, que era pilotada por Ademir Gonçalves (30). Na garupa, estava Elis Regina dos Santos, de 27 anos. Os dois não resistiram à violência do choque e morreram.

Segundo informações, o motorista da Meriva, que estava com a esposa no carro, levava a filha, que passava mal, ao Hospital Vita. Provavelmente na tentativa de ganhar tempo, decidiu fazer o contorno proibido, bem em frente ao Hospital.

O motociclista Erlei Santos, que chegou ao local instante depois do acidente, aponta a imprudência do condutor do carro, como a causa principal do acidente. “O motorista do Meriva veio pela contramão, foi falta de atenção no trânsito. As pessoas não estão prestando atenção, não estão se cuidando, e os acidentes estão acontecendo. Eu ando direto, de moto, por aí e vejo muitos acidentes. Está certo que o senhor do Meriva deveria estar passando por um momento difícil, com a filha doente, mas se tivesse feito o contorno no lugar certo, teria evitado o acidente e amorte de duas pessoas”, disso Erlei.

O piloto da moto morreu na hora. A mulher, que estava na garupa, ainda foi encontrada com vida e levada à ambulância do Siate, onde acabou falecendo. O cabo Paulo, do Corpo de Bombeiros, que atendeu o caso, comentou sobre o acidente. “Parece ter sido uma colisão frontal. O motociclista já estava morto, quando chegamos. A mulher ainda foi socorrida, levada para a ambulância. Mas não resistiu e faleceu ali. Foi uma tragédia”, afirmou o cabo.

Ainda segundo testemunhas, o motorista da Meriva, teria descido do carro e levado a esposa e a filha para o Hospital e depois retornado ao local do acidente.

Após ser ouvido pelos policias, foi encaminhado pela Policia Rodoviária Federal para Delegacia de Delito de Trânsito (DEDETRAN).

Fonte:Portal Banda B AM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *