Em Curitiba – Estudante de 23 anos morre atropelada por dois biarticulados no Água Verde.

Home » News » Em Curitiba – Estudante de 23 anos morre atropelada por dois biarticulados no Água Verde.

By nesqueci on 31 de março de 2011. No Comments

Jovem nascida em São Paulo não viu coletivo e foi jogada em direção a outro no sentido contrário.

Um grave atropelamento foi registrado por volta das 19h desta quarta-feira (30), no Bairro Água Verde, na Avenida República Argentina, em Curitiba. Adriana Almeida Pernambuco, 23 anos, morreu ao ser atropelada por dois ônibus biarticulados que fazem a linha Santa Cândida Capão Raso. Adriana era natural de São Paulo e sua família reside na capital paulista.


Segundo testemunhas, a jovem estava fazendo compras na região quando foi atravessar do Shopping Água Verde para o outro lado da via pública. Ela teria olhado para a pista sentido Centro, onde avistou um biarticulado, no entanto, não viu o outro coletivo que vinha no sentido contrário.

 “Foi uma fatalidade, a moça olhou para a rua, viu o biarticulado, só que não percebeu o que vinha sentido Pinheirinho. Ela foi jogada por este coletivo na direção do outro que passou com as rodas por cima de seu corpo, sendo mutilada, morrendo na hora”, descreveu à Banda B, a perita do Instituto de Criminalística, Jussara Jockel, que atendeu a ocorrência.

Os dois biarticulados envolvidos no acidente são da empresa Pontual, o que vinha sentido Pinheirinho tinha placas AHM-3032. Ambos os motoristas não comentaram o caso alegando não estarem autorizados a dar entrevista.

Com Adriana foi encontrado a chave de um carro Sandero que estava estacionado na República Argentina, com placas de Curitiba, AAP 0166. Até às 22h o corpo permanecia na via pública, uma vez que o Instituto Médico Legal da capital está operando com apenas uma viatura.

‘É corriqueiro’

 Moradores da região falaram a respeito da imprudência praticada pelos motoristas dos coletivos na República Argentina. “Isto é uma constante, infelizmente eles passam muito rápido, na quinta-feira quando tem a feirinha o risco é ainda maior”, disse à Banda B, Mário Gomes. Opinião compartilhada por Eduardo Zacarias. “Estava demorando para isso acontecer”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *