Em Contenda (PR) – Justiça determina libertação de três amigos que passaram 78 dias na cadeia por engano.

Home » News » Em Contenda (PR) – Justiça determina libertação de três amigos que passaram 78 dias na cadeia por engano.

By nesqueci on 15 de maio de 2011. No Comments

A Justiça determinou na última sexta-feira (23) a libertação de três amigos que passaram 78 dias na cadeia mesmo sendo inocentes. Giovani Aparecido da Silva, Alexandre André Bizato e Rubens Alves Ferreira foram acusados de serem os responsáveis por um assalto a um supermercado na divisa entre Contenda e Araucária, região metropolitana de Curitiba, no dia 25 de fevereiro. Mas, na verdade, os três estavam pescando na hora do crime e foram confundidos pela polícia como sendo os assaltantes que, na fuga, tinham abandonado o carro perto do local onde os três estavam, na beira do rio.

Durante todo o tempo, os três alegaram inocência, mas como estavam sem documentos, foram detidos pelos policiais militares. Na delegacia, o dono do supermercado reconheceu o trio e disse não ter dúvidas de que eles eram os assaltantes de seu estabelecimento.
A polícia só começou a desconfiar de que Giovani, Alexandre e Rubens poderiam ser inocentes quando analisou as imagens do circuito interno de segurança do supermercado e constatou que as imagens dos assaltantes não correspondiam às características dos três suspeitos presos. Ainda assim, o comerciante reafirmou que os três rapazes eram os responsáveis pelo roubo.

A verdade só veio à tona quando os verdadeiros culpados foram presos, no dia 2 de maio, 67 dias após o crime. Um adolescente de 16 anos e Vanderlei Augusto dos Santos, de 31, foram apontados pela polícia de Fazenda Rio Grande como os verdadeiros culpados. Eram os dois que apareciam nas imagens das câmeras de segurança do supermercado e não os três pescadores inocentes reconhecidos pela vítima.

Apesar da situação ter sido esclarecida, o juiz responsável pelo caso só determinou a libertação de Giovani, Alexandre e Rubens nesta sexta-feira (13), 11 dias depois da prisão dos verdadeiros culpados.

A polícia ainda não se manifestou sobre o caso.

Fonte: Banda B AM
————————————————

A polícia não tem nada que se pronunciar mesmo, afinal só recebe ordens.
O problema basico nessa situação é governo do Paraná que acha superfuluo ter uma “Defensoria Publica” e só vai implantar depois de 20 anos de espera.
Aqui no Paraná se você não tem dinheiro pra advogado você apodrece na cadeia, mesmo que seja obvia sua inocencia.
Se esses pescadores fossem ricos duvido que estavam na cadeia esse tempo todo.
Mas o paranense prefere chingar e enxotar quem aponte falhas no “primeiro mundo do sul”.
E esquece que o movimento para melhora do Paraná tem muito paranaense no meio.
O que as pessoas estão buscando é apenas um Paraná melhor e primeiro mundo de fato e não no papel.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *