Em Colombo(PR) – Presa suspeita de mandar matar informante da polícia na frente dos netos.

Home » News » Em Colombo(PR) – Presa suspeita de mandar matar informante da polícia na frente dos netos.

By nesqueci on 26 de abril de 2011. No Comments

O assassinato de uma mulher que costumava ajudar a polícia e que acabou comovendo os moreadores da Vila Zumbi dos Palmares em Colombo, região metropolitana de Curitiba, foi dado como solucionado pela polícia. Foram apresentados na delegacia do Alto Maracanã nesta terça-feira (26), a suposta mandante, que teria pago os assassinos com drogas, e um segundo participante do homicídio.

Maria Rita Januario dos Santos, 58, foi esfaqueada na frente dos netos na madrugada do último dia 12 dentro de casa. Ela trabalhava como coletora de material reciclável para sustentar a neta de dez anos e o netinho de sete. Os dois tiveram de se refugiar no sótão da residência para fugir dos dois assassinos que mataram Maria Rita na sala.

No dia do assassinato, a neta mais velha da vítima conversou com a reportágem da Banda B e deu mais detalhes da morte da avó. Segundo a garotinha, os dois homens entraram na residência, arrancaram Maria Rita da cama e a mataram a facadas na sala. A mulhyer teria reagido as agressões para proteger as crianças e a menina relatou que quandou ouviu os criminosos dizerem que deveriam matá-los também, enrrolou o irmão num coberto e fugiu para o forro da casa. De lá, ela só saiu de manhã para chamar o socorro. (Ouça a entrevista do investigador no áudio acima)

O confesso e a mandante

O primeiro passo para se chegar ao real motivo do crime foi a prisão de Jaime da Rocha poucos dias depois do assassinato. O detido confessou a participação no crime e a partir disso a policia conseguiu dar segmento as investigações.

Rafael de Freitas Rodriguês, 26, foi apontado como o segundo homem que teria invadido a residência enquanto Maria Rita dormia com as crianças. Ele foi preso pela Polícia Militar na tarde de segunda-feira (25) e segundo os investigadores que acompanham o caso, teria confessado a participação no assassinato durante seu depoimento.

Através disso a polícia chegou a Cristiane Lourenço Ribeiro, 26, que teria contratado os dois homens para atentar contra a vida de Maria Rita em troca de drogas.

“Ela supostamente é envolvida com a criminalidade nesta região e vinha se sentindo ameaçada pela proximidade de Maria Rita com a polícia. Com medo de que pudesse ser denunciada ela pagou os dois com drogas para que matassem sua ameaça”, disse o superintendente Fioravate Perruchon, da Polícia Civil de Colombo. Depois de juntar as peças e chegar ao denominador final do crime a polícia deverá denunciar o trio a justiça sob a acusação de homicídio.

Fonte:Banda B AM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *