Em Colombo (PR) – Meninas vão à casa de colega e são estupradas por sete homens sob mira de arma

Home » News » Em Colombo (PR) – Meninas vão à casa de colega e são estupradas por sete homens sob mira de arma

By nesqueci on 17 de agosto de 2011. 1 Comment

Um caso grave de abuso sexual chocou a população de Colombo, região metropolitana de Curitiba. Na última quinta-feira (11), duas adolescentes, uma de 13 e outra de 15 anos, foram estupradas por um grupo de pelo menos sete pessoas, três menores e quatro maiores de idade. As duas estavam indo para a escola quando foram chamadas por um colega de classe para irem até a casa dele.

Quando chegaram à residência, na Vila Zumbi dos Palmares, as duas foram ameaçadas com uma arma e obrigadas a praticar sexo com todos os homens presentes. “Fomos procurados pelas mães. As meninas estavam muito machucadas e extremamente traumatizadas. Apuramos a denúncia e fomos atrás dos estupradores”, disse à Banda B a chefe de investigação Alzira Wagner Antônio, da Delegacia do Alto Maracanã.

Os sete acusados foram detidos, mas os investigadores acreditam na participação de mais pessoas. “Todos os presos pertencem a um grupo chamado NVZ (Nóias da Vila Zumbi). Em sua maioria, são pessoas relacionadas ao consumo e tráfico de drogas”, revelou Alzira.

Os quatro maiores serão indiciados por estupro de vulnerável e formação de quadrilha, já os menores foram encaminhados para a Delegacia do Adolescente em Curitiba. “Não vamos divulgar nomes para não atrapalhar as investigações, que vão continuar”, relatou a investigadora. Segundo a polícia, as duas meninas estão recebendo acompanhamento médico e psicológico.

Fonte:Banda B AM


One Response to Em Colombo (PR) – Meninas vão à casa de colega e são estupradas por sete homens sob mira de arma

  1. Inayara Bernard   2 de janeiro de 2012 at 00:21

    COlOMBO- Uma cidade maldita. O desrespeito,a grosseria com que homens tratam as mulheres de um modo geral reflete a estagnaçao moral e espititual desses trogloditas. Dentre muitos nesses 3 anos infernais que moro aqui, o que mais apanhou fou o infeliz arrombadoe que derrubou minha porta e ainda disse q ia me estuprar, como sou formada em capoeira, e graduada em muhaythay preferi o facao do maculele, pena que havia usado na grama, estava sem fio, mas a garganta dele deve estar dolorida, apos ensinar a luta dos facoes ele pulou uns 5 metros da entrada lateral- e deu a volta. abria a janela e ele disse que ia voltar, q viria armado, otimo, pq nao tombo homem desarmado.- tarados de colombo: apareçam…

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *