Em Campina Grande do Sul (PR) – Policia prende acusados de matar trabalhador que namorava a mulher de bandido

Home » News » Em Campina Grande do Sul (PR) – Policia prende acusados de matar trabalhador que namorava a mulher de bandido

By nesqueci on 19 de julho de 2011. No Comments

A polícia acredita ter colocado atrás das grades o grupo responsável pelo assassinato de Jucimar de Oliveira, em 21 de junho de 2009. O rapaz foi encontrado morto no banheiro de um terminal de ônibus próximo ao Jardim Eugência Maria em Campina Grande do Sul, região metropolitana de Curitiba.

Segundo as investigações, o homicídio teria sido motivado por ciúmes. Jucimar estaria namorando uma moça que também mantinha um relacionamento com Diego Soares de Camargo, conhecido como “Gazeta”, que é apontado por testemunhas como autor dos sete tiros que mataram a vítima.

A polícia aponta Diego como um criminoso conhecido na região. A possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte) não foi escartada. Jucimar havia recebido todo o seu salário no dia da morte. O dinheiro não foi encontrado com o corpo.

Prisão preventiva
Além de Diego, foi preso Luiz Felipe Ribeiro dos Santos, 28 anos, vulgo “Bruxo”, que tem passagens pela polícia e já esteve preso no Centro de Triagem II em Piraquara. Emerson Michael Freire, 23, conhecido como “Sebastiaõzinho”, e Marcelo Lima Braga, 23, chamado de “Telo”, fecham o quarteto detido pela polícia. Eles estão presos em regime temporário, mas o delegado Gerson Machado da DP de Campina Grande do Sul, já fez uma representação pedindo prisão preventiva para todos.

“Conversei com o pai da vítima e ele informou que estes quatro rapazes aterrorizaram o bairro. Eles fazem parte da bandidagem da região e agora vão pagar pelos danos que causaram a sociedade”, afirmou Machado. Todos os quatro negam o crime, mas para a polícia existem muitos indícios que os acusam. “Temos testemunhas e várias evidências. A justiça deve nos ajudar a mantê-los presos”, arrematou o delegado.

FOnte:Banda B Am


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *