Dona de cão perdido em voo desiste de procurá-lo em aeroporto no RS.#goldevolveopinpoo

Home » Atualidades » Cotidiano » Dona de cão perdido em voo desiste de procurá-lo em aeroporto no RS.#goldevolveopinpoo

By nesqueci on 15 de Março de 2011. No Comments

Advogados estão se oferecendo para assumir o caso, diz Nair; não há novidades sobre a busca.
SÃO PAULO – Nair Flores, a aposentada que perdeu seu cachorro após uma falha no serviço de transporte que o levaria de Porto Alegre para Vitória, desistiu de procurar pelo animal no aeroporto Salgado Filho. O caso aconteceu no último dia 2. Durante três dias, ela foi até o local chamar por “Pinpoo”, na esperança de que o cachorro reconheceria sua voz.
Procurada pela reportagem, a assessoria da Gol disse não ter novidades sobre o caso. Através de nota divulgada no último dia 10, a empresa informou que “em todas as etapas do processo de transporte do animal em questão, cumpriu com rigor não apenas seus procedimentos e controles internos, mas a legislação vigente.”

Sobre a repercussão do caso na mídia, a dona de “Pinpoo” comenta: “Teve uma repercussão nacional que eu não esperava, e a imprensa está dando todo o apoio”. Ela disse que muitos advogados estão ligando para sua casa e se oferecendo para assumir o caso.

Denúncias. O comerciante Félix Antunes disse à Nair por telefone que viu um cachorro na pista do aeroporto no mesmo dia do sumiço de Pinpoo, quando esperava pela chegada de um amigo. Félix não soube dizer de onde o animal saiu, mas afirmou ter visto pessoas o enxotando para fora da pista.

A aposentada tem recebido diversos e-mails e ligações com pistas sobre o paradeiro do cachorro, mas até agora nenhuma informação foi confirmada.

————————————————————————————————————–
É uma vergonha uma empresa desse tamanho se prestar a um papel desses.
A empresa não tem nem a descÊncia de assumir o erro, insiste que a culpa não foi dela sendo que ela recebeu para fazer um serviço e não cumrpiu o combinado.
Quando a consumidora procurou a gol para transportar o animal, se concluiu um ato de fé, ela depositou a fé que a empresa concluiria o combinado. Se a GOL delegou o combi
combinado. Se a GOL delegou o combinado a outra empresa o problema é da GOL, pois a fé foi depositada nela e não em terceiros.
Se a Gollog não tem competência que feche as portas. Integridade e responsabilidade ela já mostrou que nã tem, você ultiliza o serviço de tal empresa sem medo algum? Cuidado, porque agora a culpa é da outra transportadora. Daqui a pouco a culpa era do mecânico. Entender
Entenderam?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *