Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar

Curitiba (PR) – Louise Sayuri Maeda – Juíza marca julgamento dos acusados

13:12 Arquivado em: News | Author Name


No próximo dia 22 de novembro, às 13h15, irá acontecer a audiência de instrução e julgamento de dois dos três acusados de matar a universitária Louise Maeda. A data foi marcada pela juíza substituta da 1ª Vara Privativa do Tribunal do Júri do Foro Central da comarca da Região Metropolitana de Curitiba, Cristiane Lopes. Apenas os réus Elvis de Souza e Márcia do Nascimento serão julgados.

É que considerando que se encontra suspenso o processo em relação à ré Fabiana Perpétua de Oliveira (uma das acusadas de ter provocado a morte de Louise Sayuri Maeda), a juíza determinou o desmembramento do caso. A defesa de Fabiana alegou insanidade mental e diz que a ré “continua fazendo vários requerimentos nos autos visando à perturbação do bom andamento do feito”.

Na audiência do dia 22, serão arroladas doze testemunhas de acusação, sete testemunhas arroladas pela defesa de Márcia e as dez testemunhas arroladas pela defesa de Elvis. Os dois acusados também serão ouvidos.

O caso

Márcia do Nascimento, Fabiana Perpétua de Oliveira e Elvis de Souza foram denunciados pelo Ministério Público por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

O crime ocorreu em 31 de maio deste ano, por volta das 23 horas, em uma ponte do Rio Iguaçu, situada na Rua Pellanda, Bairro Campo do Santana, em Curitiba. Logo após a sua morte, o corpo de Louise (ex-funcionária de uma loja localizada no Shopping Muller) foi arremessado do alto da ponte.

No início, a polícia defendeu a tese de que os jovens cometeram o homicídio para esconder um roubo na iogurteria onde as jovens trabalhavam. A hipótese foi descartadaem seguida porque os donos do estabelecimento teriam afirmado que não havia nada de errado na contabilidade.

Dias depois, a hipótese voltou a ganhar força porque a investigação apontou que as funcionárias desviavam cerca de R$ 30 por dia do caixa da iogurteria.

Fonte:Banda B AM

Link encurtado:

facebook comments:

Deixe uma resposta

Google Plus site stats
Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar