Criança de 9 anos sofre agressões do pai.

Home » News » Criança de 9 anos sofre agressões do pai.

By nesqueci on 28 de Abril de 2011. No Comments

Desnutrido e assustado. É assim que se encontra um menino de apenas 9 anos, espancado pelo próprio pai, que o agredia com pedaços de fio e facão.

O fato só foi descoberto na manhã de ontem, depois que a professora da criança levou o caso ao conhecimento do Conselho Tutelar de Redenção.

De acordo com o conselheiro Raitane Freitas, quando o menino chegou para estudar, por volta das 7h de terça-feira, ele chamou a professora e relatou que na noite anterior havia sido machucado com a ponta de um facão quente pelo próprio pai. “Quando tomamos conhecimento da situação, ficamos horrorizados”, disse Raitane, que é presidente do Conselho Tutelar de Redenção.

À reportagem do DIÁRIO, a criança disse que ele e os irmãos sempre sofreram agressões por parte do pai que faz questão de espancar os filhos. “Já teve vez dele encher um tambor de água só para enfiar a minha cabeça dentro com fio de energia descascado para eu levar choque”, disse o garoto.

As costas do menino estão cheias de marcas de agressões e a parte superior de seu olho direito já recebeu pontos em virtude de um soco que ele teria recebido do próprio pai. “O meu pai não gosta de mim, se gostasse não teria tentado me matar”, disse ele, que foi ameaçado de ter o braço quebrado, caso quisesse se defender das agressões.

A criança morava com o pai, a madrasta e um rapaz de 18 anos no setor Viviane, periferia de Redenção. Outros dois irmãos deles, que também já são maiores de idade, moram em Conceição do Araguaia. A sua mãe atualmente está residindo em Portugal e, segundo o Conselho Tutelar, ela não estaria sabendo das agressões sofridas pelo menino.

Ainda segundo Raitane Freitas, assim que o Conselho recebeu a denúncia, o caso foi levado à delegacia e ao Ministério Público Estadual. Em seguida, foram até a casa do pai do menino, mas não havia ninguém no local.

“O pai será intimado e deverá responder pelas agressões”.

O caso está sendo apurado pela delegada Viviane Flores, da Delegacia de Atendimento à Criança (DATA). Enquanto isso, a criança ficará recolhida no Abrigo Municipal aos cuidados do Conselho Tutelar e receberá acompanhamento psicológico por parte da Secretaria de Assistência Social.

VIOLÊNCIA

Este foi o quinto caso grave de violência registrado pelo Conselho Tutelar de Redenção só este mês. Segundo Raitane, as pessoas passaram a denunciar mais, o que facilita o trabalho dos conselheiros.

Fonte: Diário do Pará


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *