Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar

Chávez nacionaliza empresa e reclama de campanhas de difamação

20:21 Arquivado em: Internacional | Author Name

Renata Giraldi*
Repórter da Agência Brasil

Brasília – O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou a nacionalização e ocupação da empresa Conferry, que é proprietária da linha de barcos de travessia entre a cidade de Puerto La Cruz e a Ilha Margarita – um dos principais locais turísticos do país. Chávez assinou o decreto ontem (26) à noite e reclamou de campanhas de difamação contra ele e sua candidatura à Presidência da República em 2012.

“Essa é uma notícia em primeira mão: acabo de nacionalizar e ordenar a ocupação temporária da empresa Conferry. Já temos um plano de recuperação, temos o diagnóstico com embarcações estragadas”, disse Chávez, em entrevista à emissora estatal. “Vamos nacionalizar. Vamos pôr em operação todos os barcos para a segurança do nosso povo.”

Recentemente, a empresa Conferry foi fechada e multada pelo governo venezuelano por vender um número maior de passagens do que o previsto. A multa foi aplicada também por causa de atrasos nas viagens durante as férias escolares.

Na entrevista, Chávez reclamou de campanhas contra o governo e sua candidatura para as eleições presidenciais de 2012. Segundo ele, há informações negativas que envolvem inclusive sua saúde, pois está em tratamento para a cura de um câncer desde junho.

“Estou em Miraflores [sede do governo da Venezuela] e daqui não saí desde que cheguei [de Havana, Cuba] e tenho trabalhado, descansado e seguido o tratamento”, disse o presidente, acrescentando que seguirá corretamente o tratamento médico, alimentando-se de maneira adequada, trabalhando, ouvindo música. “Eu estou bem.”

Chávez já fez quatro sessões de quimioterapia. Há mais de três meses em tratamento, o presidente perdeu cerca de 20 quilos e está careca.

*Com informações das agências públicas de notícias da Venezuela, AVN, e de Portugal, Lusa.//Edição: Graça Adjuto

Link encurtado:

facebook comments:

Deixe uma resposta

Google Plus site stats
Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar