Canadense é morto por tigre de estimação de 350 quilos.

Home » Atualidades » Meio Ambiente » Canadense é morto por tigre de estimação de 350 quilos.

By nesqueci on 29 de junho de 2011. No Comments

Norman e tigre em exibição.

Um canadense de 66 anos foi atacado e morto por seu tigre de estimação no domingo, em Southwald na província de Ontario.

Norman Buwalda tinha entrado na jaula para alimentar o animal quando o ataque ocorreu.

Segundo o prefeito de Southwald, Jim McIntyre, Buwalda considerava o tigre e outros animais selvagens que possuía como se fossem sua “família”.

Norman Buwalda estava entrando jaula do tigre para alimentá-lo quando ele foi ferido até a morte no ultimo domingo. Um porta-voz da polícia, PC Troy Carlson, disse “Nós não sabemos o que motivou o ataque, neste momento, porque não havia testemunhas.”

Segundo relatos, Buwalda foi encontrado por um membro da família, que foi capaz de separar os animais para outra área da gaiola enquanto espera por uma ambulância.

Os animais em casa Buwalda eram bem conhecidas na comunidade, e muitos temiam-los como perigosos. Em junho 2004 , um menino de 10

Norman abraçando Tigre.

 anos foi atacado por um tigre siberiano na propriedade Buwalda depois de tirar fotos do animal para um trabalho escolar.

Nicole Balogh, um vizinho com duas crianças pequenas, foi uma das muitas pessoas que lutaram para remover os animais.

“Nós estávamos sempre preocupados que ele não era apenas diligente quanto ao perigo ou ser responsável por animais dessa espécie”, disse a imprensa canadense. “Apenas não leve as crianças para bater fotos com flash em animais.”

No entanto, nunca Buwalda, que foi presidente da Associação de Proprietário animal canadense Exotic, enfrentou processos , já que era legalmente autorizado para criar so próprio animais, apesar do medo de seus vizinhos com os incidentes anteriores.
Além do tigre de 300 quilos que o atacou, ele tinha outro tigre, dois leões e um puma.

Fonte:BBC Brasil e Huffington Post


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *