Antes de morrer, Cibele Dorsa enviou carta para a revista Caras citando Doda Miranda; leia trechos.

Home » Atualidades » Antes de morrer, Cibele Dorsa enviou carta para a revista Caras citando Doda Miranda; leia trechos.

By nesqueci on 29 de março de 2011. 3 Comments

Acordei no sábado e li, no G1, de notícias, sobre a morte da atriz Cibele Dorsa. Pulou do sétimo andar do prédio onde morava, em São Paulo. Eu não sabia bem quem ela era. O nome era mais ou menos familiar, assim como o rosto. Bonita, sensual, com uma pinta a la Cindy Crawford em cima da boca.

Li sobre ela. Tinha 36 anos. Namorou o diretor de TV Marcos Paulo. Foi casada com o cavaleiro Álvaro Affonso de Miranda Neto, o Doda – hoje casado com a übermilionária Athina Onassis. Posou na Playboy em fevereiro de 2008. Trabalhava no momento numa peça de teatro infantil chamada O Castelo das Princesas.

Fazia a Bela Adormecida. Estava noiva do empresário Gilberto Scarpa, sobrinho de Chiquinho Scarpa – e que há dois meses havia se jogado do mesmo apartamento. Ele tinha problemas com drogas.

Ela tinha dois filhos. Um menino de 13 e uma menina de 10. Igual a mim: um casal, mesmas idades.

No dia em que o noivo se matou, Cibele tuitou. “Meu noivo se suicidou essa noite, com ele morto eu me sinto morta. Prefiro ir com ele, minha força não faz mais sentido. Quero ir encontrá-lo.” Logo depois também deu uma entrevista à TV Fama, relatando todos os detalhes do suicídio do companheiro.
Antes de se matar Cibele também tuitou: “Lamento, eu não consegui suportar a morte nos meus braços, mas lutei, até onde eu pude.”
Tuitar antes de morrer me pareceu algo muito estranho. Mas pensei: é comum suicidas deixarem bilhetes. Em vez de lápis e papel, ela usou a internet – ampliando para o público o que deveria ser particular.

Mas à noite, olhando sites de notícias, me deparei com uma informação que realmente me chocou: Cibele Dorsa deixou uma carta para a revista Caras – símbolo maior da exposição das celebridades. No texto, pede perdão aos filhos, critica o ex-marido por ter levado seus filhos para o exterior e explica a solidão que sentia desde que perdeu o noivo.

Perdoem a mamãe, mas, a solidão é uma prisão terrível, é como se eu estivesse trancada dentro de mim mesma, estou cansada, sinto muito a falta de vcs mas, confesso que com o Gilberto aqui era mais fácil suportar, eu o amo muito, não sei nem como posso continuar… aqui em casa ficou frio, me sinto fora do meu corpo às vezes, e, isso me dá uma pausa na dor, só que depois volta em dose mais pesada. Faz algumas semanas que sinto uma leveza no corpo, como se eu estivesse já com um pouco de ausência do mundo terreno. (…) Amo vcs e estarei olhando vcs (…) meu sonho é encontrar o Gilberto em Aruanda e virar guia espiritual. Vivi, ainda vamos nos encontrar em outras vidas, nunca te abandonei, seu pai fez um plano milionário para tirá-la de mim, não tive saída. Fe, idem… vou estar torcendo por vc no futebol, na realização de seus sonhos… O inacabado, o interrompido tem que ter um fim. (…)

Doda, Que um dia Deus te perdoe pelo que vc fez e faz comigo, com a Athina e com as crianças, tente ser alguém melhor, tenho pena da Athina… essa nunca vai conhecer um homem de verdade, um amor. Eu sofro agora, no entanto, fui plenamente feliz ao lado do Gilberto, homem de verdade, que mostra a cara, que não mente, não dissimula, e, assim ele foi até o final. Ele pulou do prédio por vergonha de ter sido vencido pelas drogas… uma pena. Quem devia se matar não se mata…

Todos nós estamos (infelizmente) acostumados a ver capas de revistas de famosos em que artistas e pseudoartistas posam com rostos consternados depois do fim de um relacionamento. Também vemos fotos exclusivas de casamentos “íntimos” e até da lua-de-mel de celebridades. Mas dar uma exclusiva para ser noticiada depois da própria morte eu nunca tinha visto.

Que Cibele Dorsa descanse em paz. Agora ela será sempre a Bela Adormecida. Que os filhos dela consigam superar esse trauma. Mas mandar carta para uma revista de famosos, antes de se matar, na minha opinião diz muito sobre o mundo estranho em que estamos vivendo.

FOnte:Epoca


3 Responses to Antes de morrer, Cibele Dorsa enviou carta para a revista Caras citando Doda Miranda; leia trechos.

  1. Alice   29 de março de 2011 at 13:25

    Por favor faça um outro post sobre este mundo estranho, talvez eu esteja já tāo perdida que não ache tão errado o que ela fez.

    Responder
  2. Dayane   29 de março de 2011 at 17:12

    Romeu e Julieta dos tempos atuais… Muito triste tudo isso, tambem não á conhecia ou pelomenos passava despercebida. Mais fiquei pensativa, nem tanto pelo q fez mais em como ela estava vivendo pra fazer oq fez. É nessas horas que reconheço o quanto sou feliz, sou pobre ralo o mês todo pra pagar as contas, mais sou cercada de pessoas que amo e que me amam e isso não tem dinheiro que pague!!!

    Responder
  3. dr.vil   3 de abril de 2011 at 22:30

    isto tudo mostra como estas “celebridades” são pessoas vazias e egoístas,pois só pensam em si mesmas.pois estão acostumadas a serem paparicadas e rodeadas de atenção de todos o tempo todo,más no final de tudo tem uma vida vazia e sem propósito,todas estas celebridades têm muito dinheiro luxo conforto e glamour más muitas delas não dão a mínima para as pessoas mais humildes e são arrogantes também,e quando essa vidinha de de brilho convites e puxação de saco acaba,eles fazem isso.se matam,e foi isso que essa mimada fez.melhor assim,não faz falta alguma!!!!!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *