Amanda Seyfried recria Chapeuzinho Vermelho no thriller ‘A garota da capa vermelha’.

Home » News » Amanda Seyfried recria Chapeuzinho Vermelho no thriller ‘A garota da capa vermelha’.

By nesqueci on 14 de Abril de 2011. No Comments

Escrito por Camilla Muniz *

 Apontada como uma das atrizes mais requisitadas da atualidade, Amanda Seyfried tem tudo para começar uma carreira de contos de fadas em Hollywood. Não é para menos: a norte-americana de 25 anos, com rosto de princesa da Disney, é a responsável por dar vida à nova versão de Chapeuzinho Vermelho no filme “A garota da capa vermelha”, que chega aos cinemas brasileiros em 22 de abril.

 

Se a personagem da história infantil é uma menina ingênua, pura e indefesa, a Chapeuzinho Vermelho do século 21 está mais crescidinha, determinada e sensual. Valerie (Amanda Seyfried) é uma jovem apaixonada pelo lenhador Peter (Shiloh Fernandez), mas seus pais Suzette (Virginia Madsen) e Cesaire (Billy Burke) a prometeram ao ferreiro Henry (Max Irons), herdeiro da família mais rica de Daggerhorn, vilarejo medieval onde todos moram.

Decidida a fugir com o amado, Valerie tem os planos interrompidos pelo assassinato da irmã, Lucie, em uma noite de lua cheia. Todos acreditam que o crime fora cometido pelo lobo que habitava a floresta escura nas redondezas da vila, mas o caçador de feras Padre Solomon revela que o verdadeiro assassino é um lobisomem, que assume sua forma humana durante o dia e que poderia ser qualquer um dos habitantes de Daggerhorn. A partir daí, um clima de desconfiança toma conta do lugar e começa uma perigosa busca ao monstro, na qual todos são suspeitos e iscas ao mesmo tempo.

Aventura moderna com direito à vovó rastafári

Filmado em Vancouver, “A garota da capa vermelha” foi dirigido por Catherine Hardwicke (“Crepúsculo” e “Aos Treze”), e produzido por Leonardo Di Caprio. Segundo o roterista David Leslie Johnson, a narrativa do longa só tomou forma após muitas pesquisas para descobrir as mudanças sofridas pela história de Chapeuzinho Vermelho ao longo dos séculos – estima-se que a lenda tenha 700 anos.

“Muito antes de ser amarrada com um lindo laço e apresentada como um conto de fadas, ela possuiu alguns detalhes vívidos e um tanto perturbadores, e o final não era tão previsível. Eu gostei da ideia de trabalhar nas origens da história para criar mais perigo, suspense e aventura”, contou Johnson em comunicado enviado à imprensa.

E a protagonista não foi a única a ganhar ares mais modernos. A vovozinha, interpretada por Julie Christie, nem de perto lembra a personagem do conto infantil. A nova matriarca, membro da família com quem Valerie tem mais proximidade, é uma mulher independente, misteriosa, quase uma curandeira, que exibe um longo cabelo rastafári. Gary Oldman também se destaca na pele de Padre Solomon, um religioso cruel e sombrio, capaz de qualquer coisa para cumprir sua missão, o que dá um tom mais assustador ao thriller.

No entanto, quem deve colher mais louros com “A garota da capa vermelha” é mesmo Amanda Seyfried, e este é apenas o primeiro de uma sequência três filmes que a atriz estrela como protagonista. Em breve, Amanda aparecerá nas telas como Sylvia Weis ao lado de Justin Timberlake, Olivia Wilde e Cillian Murphy no suspense de ação e ficção científica “Now”, sobre uma sociedade que consegue bloquear o gene do envelhecimento e, a partir daí, é preciso pagar pelo tempo de vida. Em 2012, a bela estará à frente do suspense “Gone”, filme de estreia do cineasta pernambucano Heitor Dhalia em Hollywood .

Enquanto isso, Amanda Seyfrield estampa a capa do livro homônimo ao filme da nova Chapeuzinho Vermelho – que na contramão das franquias Harry Potter e Crespúsculo, foi escrito após a produção cinematográfica. “A garota da capa vermelha” (364 páginas, Editora iD), de Sarah Blakley Cartwright e do roterista David Leslie Johnson, traz histórias secundárias dos personagens que não foram desenvolvidas no longa e já está à venda no Brasil.

* Camilla Muniz faz parte do Programa de Estágio Boa Chance da Infoglobo.

Fonte:O GLOBO
————————————-
Trailler abaixo. Assim que estreiar o Lucas posta uma crítica aqui.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *