Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar

Adolescente morreu no Hopi Hari

16:36 Arquivado em: Atualidades | Author Name

JOvem sofre acidente e morreu no Hopi Hari

A adolescente de 14 anos que morreu no Hopi Hari após cair de um brinquedo , em Vinhedo (79 km de São Paulo), na manhã desta sexta-feira vivia no Japão e estava passando as férias na casa de familiares em Guarulhos (Grande SP).

Gabriela Yokari Michimura estava no Hopi Hari com o pai, a mãe –que são brasileiros– e a irmã.
O acidente ocorreu no brinquedo do Hopi Hari com nome de La Tour Eiffel, um elevador com 69,5 metros, por volta das 10h20 desta sexta-feira.

Segundo o hospital Paulo Sacramento, Gabriela teve um traumatismo craniano ao cair do brinquedo. Ela foi reanimada no parque, mas teve uma parada cardíaca e morreu a caminho do hospital.


De acordo com informações do parque, o brinquedo tem a altura de um prédio de 23 andares e a queda pode atingir 94 km/h.

O Hopi Hari ainda não sabe dizer de que altura a vítima caiu e o que motivou o acidente. O parque foi fechado por volta das 13h, até o horário apenas o brinquedo tinha sido fechado para a realização da perícia.

Em nota publicada em seu site, o parque Hopi hari disse que “lamenta profundamente o ocorrido” e que “está prestando toda a assistência à família da vítima e apoiando os órgãos responsáveis na investigação sobre as causas do acidente”.

esquema que demonstra o acidente no Hopi Hari

Em setembro de 2007 outro jovem morreu no Hopi Hari

m setembro de 2007, o estudante Arthur Wolf, 15, morreu após passar mal em uma atração chamada Labirinto (um corredor de 130 metros com salas, atores vestidos de monstros, fumaça cenográfica e jogos de luzes).

O estudante integrava uma excursão com cerca de 200 alunos do Centro Educacional Edip, de Santo André (na Grande São Paulo). O grupo passou o dia no parque com professores.

Outro acidente em um brinquedo do Playcenter, parque na zona oeste de São Paulo, deixou oito pessoas feridas no dia 3 de abril de 2011. Houve uma falha na trava de segurança do Double Shock, que se abriu e provocou a queda das vítimas, com o brinquedo ainda em movimento.


Laudo do IC (Instituto de Criminalística) apontou que o acidente foi causado por falha humana. Segundo o documento, um operador não verificou corretamente o fechamento das travas do equipamento.

Fonte:Folha Uol

Link encurtado:

facebook comments:

Deixe uma resposta

Google Plus site stats
Aviso

Esta seção contém material impróprio para menores de 18 anos.

Você tem certeza que deseja prosseguir sua navegação em conteúdo probido para menores?

Voltar