|

Adolescente desaparecida na CIC é encontrada em Ponta Grossa; confira a história

A adolescente de 15 anos, moradora do Jardim Santa Helena, na Cidade Industrial de Curitiba, que estava desaparecida desde as 18h da última quarta-feira (19), foi encontrada em Ponta Grossa, interior do estado, durante o último sábado (21). Segundo o pai de Evelyn Carolina Oliveira da

Evelyn

Silva, o senhor Ernesto de Oliveira, uma mulher que morava no fundo de sua casa, identificada por ele como Daiane, armou tudo para aliciar sua filha.

“Essa mulher fez isso para prostituir minha menina, planejou tudo. Sempre desconfiamos dela. Na quarta um rapaz veio pegar minha filha na garupa e levou ela para a rodoviária, no dia seguinte, ela estava em Ponta Grossa”, relatou Ernesto à Banda B.

Ainda segundo o pai da adolescente, Evelyn foi encontrada no sábado, na rodoviária de Ponta Grossa. “Ela ficou até sexta em uma casa e nos contou que tudo era diferente do que imaginava. A Daiane tinha prometido eletrônicos, dinheiro, mas na verdade possivelmente iria aliciar para fazer programa. Quando eles souberam que o Conselho Tutelar sabia do desaparecimento, largaram nossa menina na rodoviária, então ela voltou para casa, no sábado”, explicou.

Seu Ernesto também destacou que sempre desconfiou de Daiane. “Desde o primeiro minuto sabia que era ela. Quando minha menina sumiu, pedi para ela ir embora, então foi direto encontrar a Evelyn no interior. Ela negou que tenha participado, mas não nos convenceu”.

Por fim, Ernesto detalhou o que sua filha disse na volta para casa. “Falou que a Daiane tinha prometido que ela não ia trabalhar, disse que foram várias promessas, eletrônicos, vida fácil. Mas chegando a Ponta Grossa na verdade eram pessoas bebendo e fumando maconha. Eu quero justiça agora”, concluiu.

A polícia agora investiga o caso e busca as informações sobre Daiane.

Versão da Polícia

O delegado da Delegacia de Vigilância e Capturas (DVC), Marcelo Lemos de Oliveira, ouviu, nesta segunda-feira (24), uma adolescente de 15 anos que estava desaparecida desde o último dia 19. A última vez que tinha sido vista pela família, a menina saiu de casa por volta das 18h30 e disse que iria comprar um pacote de bolacha.

Segundo o delegado, a adolescente teria pegado uma carona com um rapaz de moto até a rodoferroviária e depois seguido de ônibus até Ponta Grossa, região dos campos gerais. Mesmo tendo levado o celular, ela ficou até o final de semana sem atender nenhuma ligação. “A menina já tinha falado com a família, mas, no domingo (23), ela mesma ligou para a mãe e disse que estava na rodoviária de Ponta Grossa. Nós entramos em contato com o Conselho Tutelar local, que a trouxe de volta para casa no mesmo dia”, conta.

Oliveira comenta que o depoimento da adolescente, principalmente no período em que ela esteve em Pronta Grossa, ficou nebuloso, porque não soube explicar ao certo como foi parar na casa onde estava e o que ocorreu no local. Diante das suspeitas de indicativo de crime, a DVC encaminhou o caso para o Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente Vítimas de Crimes (Nucria), que dará continuidade às investigações.

 

Fonte:Banda B AM

Short URL: http://naoesqueci.com.br/?p=9895

Posted by on out 25 2011. Filed under News. You can follow any responses to this entry through the RSS 2.0. You can leave a response or trackback to this entry

facebook comments:

for “Adolescente desaparecida na CIC é encontrada em Ponta Grossa; confira a história”

  1. ela é a minha melhor amg e sofri mtu quando ela desapareceu.E agr q ela voltou quero justiça

Deixe sua resposta(Os comentários não refletem a opinião do site, o que postar será de sua inteira responsabilidade.)

120x600 ad code [Inner pages]
300x250 ad code [Inner pages]