“O Brasil deveria pedir perdão e desistir de sediar a Copa do Mundo”, diz Alvaro Dias

Home » News » “O Brasil deveria pedir perdão e desistir de sediar a Copa do Mundo”, diz Alvaro Dias

By nesqueci on 16 de Abril de 2011. No Comments

Após o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada, (Ipea), anunciar que as obras na maioria dos aeroportos das cidades-sede da Copa de 2014 não estarão prontas até a data de início do evento, vários políticos da oposição mostraram preocupação quanto ao futuro do evento. Em entrevista à Banda B, o senador oposicionista, Alvaro Dias (PSDB), afirmou que o governo deveria pedir perdão ao povo e desistir de receber a Copa do Mundo. (Ouça a entrevista no áudio acima)

“A copa não é feita apenas de um anúncio espetacular, é preciso competência para organizar. Se um órgão do próprio governo (IPEA) reconhece que não tem competência de receber as pessoas que vem para o evento, que o governo assuma este erro e peça perdão devolvendo o privilégio de receber a copa”, disse Dias. O senador também contou que 97% das obras para o evento serão feitas com o dinheiro público. “O presidente do Corinthians me disse que as obras de seu estádio serão com R$ 400 milhões do BNDES. Quem ganha com isso são apenas os empreiteiros que vão contar com juros subsidiados, os torcedores assistirão a copa se for aqui ou na Inglaterra, porque a maioria não pode pagar pelo ingresso. Então, este evento mal organizado só irá prejudicar o país”, descreveu.

Dias também aproveitou para criticar uma declaração dada pelo presidente da Fifa Joseph Blatter, na qual ele elogiou o presidente da CBF Ricardo Teixeira e disse que as obras para a Copa estão em dia. “Foi uma declaração irresponsável e política. O próprio governo com seus técnicos qualificados disse que as obras não vão terminar a tempo, e é sempre assim, o metrô de Curitiba, por exemplo, não sai do papel. A realidade que vivemos é esta”, afirmou.

Dias finalizou mostrando sua preocupação com um possível fracasso na organização da Copa de 2014. “Sou um apaixonado pelo futebol e um evento que não traga benefício nenhum a população não deveria ser realizado, o papel da oposição é de cobrar o bem para o povo, ficamos preocupado com a criação de elefantes brancos que apenas atrapalhem o desenvolvimento”.

Governo contesta IPEA

O governo avalia que o andamento das obras nos aeroportos do país está adequado, dentro do cronograma previsto para atender à demanda prevista para a Copa do Mundo de 2014.

A declaração, feita hoje (15) pelo ministro da Secretaria de Aviação Civil, Wagner Bittencourt, contradiz as conclusões de um estudo divulgado nesta semana pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). Segundo o estudo, as obras de ampliação de nove dos 12 aeroportos em funcionamento nas 12 cidades que sediarão os jogos da Copa não deverão ser concluídas até o início do mundial

Fonte:Banda B AM


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *